Capítulo #10: Mordido Até a Morte

— Comoros, por que retornou sozinho? Onde estão Dax e os outros? — um homem corpulento que parecia estar na casa dos 30 anos estava patrulhando a entrada do vilarejo. No antigo mundo de Wang Yuan, por causa do rosto relativamente bonito e dos músculos harmonizados, esse homem teria uma multidão de fãs o seguindo para qualquer lugar que fosse.

Comoros naturalmente o reconheceu, era Jacob, o guarda chefe do vilarejo e também um oficial. Ele era uma figura bastante influente no vilarejo, o suficiente para a maioria dos aldeões dizerem que já tinha sido selecionado para ser o próximo chefe do vilarejo. Ele é o líder do grupo de caça eram realmente grandes amigos.

Pensando nisto, Comoros deu um sorrisinho: — Dax, hmm, ele ofendeu o grande Negary e já teve uma morte miserável pela praga.

— Comoros, que merda está falando, pare de brincar! — Jacob piscou os olhos e disse seriamente.

— Por que eu estaria brincando? — Comoros continuou com firmeza: — Dax ignorou o tabu e matou os mensageiros de Negary, trazendo a praga para si. Se eu não tivesse implorado para Negary por perdão e misericórdia, a praga já teria se espalhado por todo o vilarejo!

— Comoros, você... — apesar de querer dizer alguma coisa, percebeu que alguns aldeões tinha se juntado por ouvirem a conversa, e Comoros estava repetindo tudo o que disse bem alto.

— Tudo bem, se não tem provas, não fale mais coisas sem sentido! — Jacob interrompeu Comoros, ele ainda não estava convencido que seu bom amigo morreria de modo tão incerto. E quanto a Negary ser o motivo, não passava de mentiras para ele.

Comoros olhou para Jacob, que estava o encarando irritado, e engoliu em seco.

Ele é muito maior do que eu, mais alto ao menos por uma cabeça. Se fosse no passado, quando confrontado com esse olhar furioso, não conseguiria nem falar direito.

Entretanto, não sou o mesmo do passado, e quem está me apoiando é o grande Negary.

Pensando nos vários milagres de Negary, Comoros endireitou a coluna e disse respeitosamente: — Você quer provas? Senhores Mensageiros Divinos, venham a mim!

— Bom o suficiente. — Wang Yuan estava observando de longe, julgando a performance de Comoros. Ele enviou os dois corvos de onde estavam empoleirados, mandou que circulassem no céu, acima dos aldeões e que os olhassem fixamente com seus olhos pretos.

— Esses dois são Mensageiros Divinos do grande Negary, estou aqui para ler o testamento que carregam. Jacob, se quiser pará-los, não importa para mim se contrair a praga da morte, mas não envolva o nosso vilarejo!

Vendo os dois corvos circulando acima de suas cabeças, os aldeões sentiram um sentimento misto de respeito e medo. A fé nos Deuses como Negary estava imbuída no dia a dia e na cultura tão profundamente que até um crente normalmente não teria muitas crenças, mas quando qualquer um visse isso com os próprios olhos, prefeririam acreditar do que não.

Agora, com os dois seguidores de Negary circulando propositalmente pelo céu, junto das palavras de Comoros, era impossível de não se acreditar. Por causa disso, o jeito que estavam olhando para Jacob não era bastante bom, preferiam acreditar nas mínimas chances do dito por Comoro ser real do que lidar com a praga da morte.

Jacob também estava olhando para os dois corvos e já tinha percebido os olhares das pessoas ao redor. Na verdade, queria pegar seu arco e atirar nesses dois corvos ali mesmo, mas tinha certeza de que alguém o impediria se tentasse.

— Dax e os outros mataram seguidores de Negary e o enfureceram. Ele queria trazer a praga para o vilarejo, tendo certeza de que até a última folhinha de grama caísse e sofrêssemos até nossas mortes! No entanto, o grande Negary nos perdoou, portanto que oferecêssemos nossa testa e o ajudássemos a reproduzir novo mensageiros!

Na cultura da tribo Cauchy, oferecer a testa significava se render a um Deus, dando-o seu tudo.

— Comoros, o que está dizendo é verdade? — de repente uma voz surgiu. Era um homem velho com um sorriso leve no rosto, andando com o auxílio de uma bengala e de uma jovem garota.

— Chefe do vilarejo! — a expressão de Comoros mudou um pouco. Apesar de ousar retrucar Jacob, não ousaria mentir para o prestigioso chefe do vilarejo. Era algo fixo em sua mente, formado por anos de respeito e admiração.

— Não falo nada além da verdade. Se não oferecermos nossa testa para Negary e o ajudarmos a reproduzir os mensageiros, a praga da morte com certeza cairá sobre o vilarejo. Só estou pensando no bem do vilarejo, não estou mentindo! — Comoros insistiu.

— Eu sei, mas algo assim não pode ser decidido tão rápido, devemos discutir detalhadamente. – o chefe estreitou ligeiramente os olhos, ainda com um sorriso doce no rosto. Com a sua imensa experiência de vida, conseguia dizer de imediato que as palavras de Comoros continham exageros e mentiras.

No entanto, os mensageiros de Negary definitivamente não são falsos, então isso deve ser tratado com cuidado.

O chefe do vilarejo sorriu: — Que tal assim, vamos ter uma reunião dos oficiais do vilarejo para discutir isso agora mesmo. Você e os dois Mensageiros Divinos serão corteses de nos acompanhar?

— É que... — Comoros estava um pouco perplexo. Afinal, ele só tinha quinze anos, confrontado pela atitude amável do chefe, não conseguia pensar em nada para recusar.

Wang Yuan balançou a cabeça em desaprovação. Comoros ainda era muito imaturo, agindo tão convencido apenas para se tornar submisso por medo assim. Se ele realmente participasse nessa "reunião" deles, sem o embalo que estava agora, mesmo se Negary fosse real, Comoros seria tão suprimido que a autoridade ganha seria pateticamente baixa. Nesse ponto, o máximo que fariam seria ajudar a reproduzir alguns corvos, coisas como sacrifícios e oferendas seriam impossíveis.

Então, era a vez de Wang Yuan agir. Várias criaturas parecidas com ratos pularam de uma moita próxima, a pele delas já tinha apodrecido, mostrado a carne vermelha abaixo enquanto berravam enraivecidos. Conforme pulavam para o chefe do vilarejo, Comoros também sentiu uma dor aguda que o levou aos joelhos.

As criaturas alcançaram o corpo do chefe, mordendo e rasgando a carne de seu corpo. Por causa do seu corpo velho e fraco, ele foi imediatamente levado ao chão pelo avanço dos roedores, gritando desesperadamente de dor. Apesar de ser a pessoa com mais autoridade no vilarejo, apesar de ninguém ousar ir contra suas ordens, contra esse tipo de situação, ele era igual a qualquer outro, talvez até mais indefeso.

— Vovô! Rápido! O ajudem! — a garota perto dele rapidamente tentou lutar contra os roedores, mas logo gritou de dor. Olhando para a parte de trás de sua mão, viu um machucado vermelho brilhante, então ela se virou e pediu ajuda de um aldeão próximo.

— Não faça isso! — Comoros estava no chão, contorcendo-se de dor, e gritou: — Essas bestas Nael foram afligidas pela maldição de Negary, depois de te morderem, você também será afligido pela praga da morte! As palavras do chefe do vilarejo enfureceram o grande Negary, por isso ele foi punido, tentar ajudá-lo só irá trazer a ira de Negary para você!

Vendo o outrora digno chefe do vilarejo morrendo de modo tão horrível em frente aos seus olhos, Comoros entendeu completamente. Diante do grande Negary, coisas como o chefe ou o que fosse eram igualmente insignificantes.

Várias pessoas que estavam prestes a ajudar pararam e, na verdade, distanciaram-se do chefe e da garota mordida.

— Efeito inicial desejado atingido! — Wang Yuan sorriu. Foi bom ter preparado uma contramedida. Após os ratos serem infectados pela sua bactéria, eles não conseguiam resistir às suas ordens, porém, diferente dos corvos, eles eram uma arma de uso único que morreriam pela doença após metade de um dia.

No entanto, isso já foi o suficiente. Após esse show de prestígio, ninguém no vilarejo deve ousar ir contra ele, além do homem chamado Jacob.

Com isso em mente, Wang Yuan olhou para o homem que estava cerrando os punhos.

keyboard_arrow_left Anterior Próximo keyboard_arrow_right
Você pode usar o atalho Ctrl+ ou Ctrl+ para navegar entre os capítulos

Olá, deixe seu comentário sobre o capítulo Mordido Até a Morte

Já temos 1 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Teu Pai

Teu Pai

Muito bom essa novel, mais capitulos vadia maissss
★★★★★DIA 16.10.20 22h27RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/