Capítulo #227: Reverie

Os pensamentos de Akainu não eram infundados.

Durante esse período, o exército revolucionário começou a executar suas operações com mais frequência. Vários países foram atacados pelo exército revolucionário.

Uma única faísca podia se transformar em um incêncio.

Embora essas ações fossem algo ainda pequeno para o governo mundial, Dragon resistia às ideologias do governo, como Roger, que iniciou a era dos piratas.

Mesmo que um Yonkou fosse derrubado, outro ocuparia seu lugar. Se todos os piratas não fossem destruídos, sempre haveria novos aparecendo.

Aokiji e Kisaru eram almirantes, embora pudessem matar os piratas, eles não eram capazes de matar todos.

Mesmo que fossem capazes, haveria mais pessoas se tornando piratas.

Graças as ações do exército revolucionário, o governo mundial decidiu realizar uma Reverie.

O número de países que pertenciam ao governo mundial estava acima de 300 e apenas 50 eram elegíveis para participar do Reverie. Além disso, os Tenryubitos compareciam.

...

Dentro de um pátio, Roja estava de olhos fechados.

Após retornar à Marineford, seu treinamento progrediu, embora não entendesse como ver o futuro.

Anteriormente, ele só conseguia captar os movimento dos seres vivos. Se ele fechasse os olhos, o mundo ficaria completamente escuro, com apenas os movimentos sendo captados em sua visão.

Entretanto, neste momento, ao utilizar Kenbunshoku Haki, ele não só conseguia notar os seres vivos, mas também coisas inanimadas como cadáveres e prédios. O mundo parecia vago e sombro, e não era possível ver claramente.

Roja estimou que o Kenbunshoku de Fujitora estava nesse nível.

Se o Haki de Fujitora alcançasse o nível de ver o futuro, ele não precisaria de olhos para ver claramente, e ele não diria que queria ver o rosto de Luffy.

Fujitora era um almirante, mas ele não apareceu antes de se tornar um, Roja perguntou um pouco sobre ele, mas não o encontrou.

Embora Fujitora seja recrutado para a marinha em breve, a personalidade de Fujitora era parecida com a de Aokiji, fazendo Roja ter uma impressão muito boa dele.

Roja treinava seu Kenbunshoku Haki e de repente um marinheiro colocou alguns documentos na mesa de Roja.

"Você realmente não sabe quão preocupado está o governo mundial, eles estão se preparando para a Reverie, almirante Roja."

O marinheiro era Hina, ela já havia se formado e sido promovida para comodoro, ela também estava sob Roja.

A voz de Hina estava levemente amargurada.

Toda vez que ela ia até o pátio de Roja, ela via Roja deitado, com os olhos fechados, então tinha que lidar com os documentos que eram da responsabilidade de Roja.

"Eu posso relaxar porque você da conta do trabalho." Roja abriu os olhos e riu enquanto olhava para Hina.

Hina. "..."

Ao ouvir elogios de Roja, Hina suspirou impacientemente, deu os documentos a Roja e disse. "Essa é uma missão de escolta de 20 reis."

"Essa missão deve ser feita por você. Por favor, cumpra seriamente a missão. Estarei em apuros se você não for."

Enviar reis com os navios de guerra da marinha para Mariejois era uma missãpo muito importa, então apenas um almirante podia fazer esse tipo de missão.

Roja olhou para os arquivos com uma expressão pensativa.

Reverie.

Durante os últimos dias, as ações do exercíto revolucionário era muito frequente, Roja já tinha ouvido falar das ações e também do Reverie.

Pegando os documentos, Roja começou a ler.

"Vários países estão no Novo Mundo. Para aqueles da primeira metade da Grand Line, enviaremos contra-almirantes para escoltá-los."

Roja escolheu os nomes daqueles que irão para o Novo Mundo e Hina os gravou imediatamente.

Um por um, Roja atribuiu cada um a um país até ver um nome familiar.

"Reino de Alabasta... Rei Nefeltari."

Roja não olhou para as informações sobre a ilha ou sua localização, ele já estava bastante familiarizado com essa ilha.

Ele até sabia tudo sobre o país e também sabia que o Poneglyph mostrando a localização de Pluton estava localizado lá.

Nefertari era um dos nomes nobres dos Tenryubitos.

O governo mundial foi criado por 20 países. Mas, além da família Donquixote, havia outra família que não foi para Marie Jois, essa família era a Nefertari.

Independentemente da identidade de Tenryubito ou da arma antiga Pluton, esse país era diferente dos outros.

"Esse país é muito interessante."

No nível atual, Roja já estava no auge do mundo, nem o homem mais forte do mundo podia ameaçá-lo.

A única ameaça eram as três armas antigas, provavelmente Pluton e Uranus eram ameaças. Quanto a Poseidon, ela não era uma ameaça para Roja.

Comunicar-se com reis do mares e comandá-los não era uma ameaça para ROja, pois não havia rei do mares que pudesse ameaçar Roja.

Pluton era capaz de destruir uma ilha, mas se era capaz de destruir uma ilha pequena ou grande, isso era algo desconhecido. Se fosse uma ilha grande, seu poder era realmente terrível.

"Pluton e Uranus..."

As coisas que o governo mundial podia usar para ameaçá-lo eram essas duas coisas.

Roja pensou por um momento, depois jogou fora esses pensamentos. Seus olhos revelaram um traço de arrogância.

Eu tenho Sen Maboroshi. Por que devo me importar com armas antigas?

A arma antiga neste mundo não pode ser comparada ao poder de um Shinigami.

Atualmente, ele já tinha a força do topo deste mundo, e enquanto Sen Maboroshi continuasse se fortalecendo, sua força iria além deste mundo.

Se ele conseguisse usar a Bankai de Yamamoto, ele faria a água do planeta secar. Roja conseguiria destruir o mundo inteiro.

A mente de Roja estava clara sobre o que fazer, ele precisava continuar fortalecendo sua espada.

No final, mesmo que pluton estivesse na sua frente, ele iria conseguir destruir com sua espada.

 

Notas do Capítulo:

Avaliação e Análises: Se você realmente está gostando de God of Soul System, por favor considere dar 5 estrelas na Central Novels: https://centralnovel.com.br/novel/god-of-soul-system

keyboard_arrow_left Anterior Próximo keyboard_arrow_right
Você pode usar o atalho Ctrl+ ou Ctrl+ para navegar entre os capítulos

Olá, deixe seu comentário sobre o capítulo Reverie

Enviando Comentário Fechar :/