Capítulo #96: Estranho Navio Mercante

Após pensar por um tempo, Roja se virou para o capitão e disse. "Como acabaram de limpar a bagunça, vamos retornar."

"Sim." O capitão assentiu respeitosamente.

O navio de guerra começou a retornar. Roja permaneceu no convés, ele se apoiou sobre o parapeito para apreciar a brisa do mar e não voltou para sua cabine.

Ninguém ousou perturbar Roja. O capitão estava ao seu lado e não se atreveu a falar.

Todos sabiam que Roja era muito forte para sua idade, ele não iria permanecer como líder da primeira base por muito tempo. Ele seria transferido mais cedo ou mais para a Grand Line e podia até ser um almirante no futuro.

Depois de pensarem nisso, os marinheiros eram respeitosos com ele.

Após meio dia, Roja, que ainda estava apoiado no parapeito, estava se preparando para voltar para sua cabine. Entretanto, de repente, ele sentiu algo estranho e olhou para a direção da onde a sensação veio.

Nessa direção, uma sombra apareceu vagamente.

Rapidamente, alguns marinheiros também notaram a sombra. Essa sombra não era uma ilha, mas um navio que estava indo em sua direção.

Embora ainda estivesse longe, era possível ver que era um navio mercante.

O navio mercante aparentemente notou o navio de guerra e se os dois continuassem na mesma rota, iriam colidir. Então, o navio mercante tomou a iniciativa de mudar sua rota para evitar o navio de guerra, mas quando tomaram a iniciativa de mudar a rota, Roja que estava prestes a voltar para sua cabine achou estranho, pois a magnitude da mudança de rota era um pouco exagerada.

Se fosse apenas para evitar serem atingidos, poderiam mudar a direção um pouco, mas foi obviamente uma mudança exagerada. Como se desejassem evitar o navio de guerra completamente, não apenas evitando bater.

"Interessante."

Roja tocou seu queixo enquanto mostrou interesse ele disse. "Mude a direção. Vá na direção do navio mercante."

"Sim!"

Não apenas Roja sentiu que havia algo estranho. Muitos capitães não suspeitaram no início, mas ao verem o grande desvio que o navio fez, eles acharam que havia um problema.

O navio mercante descobriu que o navio de guerra estava vindo em sua direção e mudou novamente a rota para evitar o navio da marinha.

Graças a esse novo desvio, os capitães desconfiaram realmente que havia algo de errado.

"Eles querem fugir?"

"Parece que há algo errado."

Roja ouviu os capitães falarem e olhou para eles com um sorriso e disse. "Talvez eles achem que somos marinheiros corruptos e nos evitaram por esse motivo."

Neste pedaço de mar, embora houvesse muitos piratas, havia também alguns marinheiros corruptos. Eles entrariam no navio mercante e roubariam tudo.

"Sr. Roja é engraçado..."

Depois de ouvir as palavras de Roja, os três capitães ficaram envergonhados.

Roja olhou para eles e se virou para o navio mercante.

O navio mercante não estava se movendo lentamente, mas comparado a um navio de guerra, era um pouco lento. O navio de guerra alcançou-o em pouco tempo.

"Pare o navio, estamos aqui para verificá-lo."

Um capitão que estava no convés gritou para o navio mercante.

Do navio mercante, uma pessoa parecendo um mercador saiu.

Parecendo surpreso com o capitão no navio de guerra, ele disse: "Sr. marinheiro, somos apenas um navio mercante, não há necessidade de verificação."

"Poupe suas palavras."

O capitão embarcou no navio com alguns soldados.

Dois capitães embarcaram no navio enquanto o outro ficou com Roja.

"Sr. Esse navio não... "

"Há algum problema aqui."

Roja ficou ali e disse antes que o capitão terminasse sua frase.

Quando ele ouviu Roja dizer que havia um problema com uma voz tão calma, ele sabia que Roja já conhecia o problema. Ele se concentrou e olhou mais atentamente para o navio mercante.

Os dois outros capitães já tinham embarcado no navio.

Neste momento, o mercador, cumprimentou-os com uma risada e disse. "Vocês marinheiros realmente trabalham duro."

Após falar isso, o homem pegou tranquilamente uma pilha de dinheiro e colocou no bolso de um dos capitães. Sua ação só pôde ser pelos capitães.

Ao verem isso, os rostos dos capitães mudaram, eles se olharam e hesitaram um pouco. Então eles desembainharam suas espadas, apontaram para o mercador e falaram. "Não se mova, fale honestamente, o que está no navio?"

Vendo isso, o rosto do mercador ficou frio.

"Não temos outra maneira de resolver isso?"

"Você quer resistir?"

O capitão o encarou com um olhar sério.

"Não..."

O mercador inclinou-se ligeiramente e um olhar feroz apareceu em seu rosto. Então, de repente, desembainhou sua espada e a brandiu.

Os dois capitães ficaram chocados.

"Tão forte."

Os dois ficaram surpresos. Eles imediatamente queriam pedir apoio porque essa pessoa era realmente forte.

Ao mesmo tempo, um grande grupo de pessoas armadas saíram de uma cabine e atiraram.

O que é esse navio comercial? É um navio pirata?

O mercador continuou atacando. Sua esgrima não era o seu ponto mais forte, mas sua velocidade.

Ding! Ding!

Sob o ataque das espadas e de 35 tiros, a espada na mão do capitão saiu voando e, no próximo momento, uma espada chegou para dar o golpe final. O outro capitão ficou chocado e não teve de reagir para ajudá-lo.

Entretanto, quando o ataque estava prestes a acertar, a pupila do mercador encolheu quando uma silhueta surgiu inesperadamente do lado do capitão.

Para sua surpresa, essa silhueta segurou sua espada usando dois dedos. Os dois dedos estavam pretos e fizeram o empresário incapaz de mover a espada.

Notas do Capítulo:

Avaliação e Análises: Se você realmente está gostando de God of Soul System, por favor considere dar 5 estrelas na Central Novels: https://centralnovel.com.br/novel/god-of-soul-system

keyboard_arrow_left Anterior Próximo keyboard_arrow_right
Você pode usar o atalho Ctrl+ ou Ctrl+ para navegar entre os capítulos

Olá, deixe seu comentário sobre o capítulo Estranho Navio Mercante

Enviando Comentário Fechar :/