Capítulo #85: Decisão

Desta vez, não só Yamakaji falou, mesmo os vice-almirantes começaram a falar. 

"Mesmo que tenha força o suficiente, ele ainda é muito jovem."

"Não, a força é o que importa quando se enfrenta um pirata, sua idade não é relevante para isso. Como Roja conseguia vencer Momonga, ele tem mais que o suficiente para ser um vice-almirante." 

Suas opiniões eram diferentes. 

A promoção especial não era uma questão trivial para Marineford. Até mesmo Sengoku não conseguiu decidir facilmente. 

Embora na história original, Fujitora e Ryokugyu tenham sido promovidos pela promoção especial para alcançar diretamente o posto de almirante, aquele momento marineford não tinha muitas pessoas fortes, eles realmente precisavam de pessoas fortes para preencher esses cargos.

Entretanto, agora essas posições estavam cheias e havia muitos vice-almirantes.

"Já que ele quebrou o recorde, talvez você possa dar-lhe uma chance." Z, de repente disse ao lado. 

As palavras de Z pesavam mais do que todos.

Embora Garp não tenha falado, Sengoku já sabia que queria que seu sobrinho tivesse diretamente um cargo importante.

Tendo em conta esses dois, Sengoku decidiu gradualmente. 

Ao mesmo tempo, do outro lado de Sengoku, uma voz baixa foi ouvida.

"Não." 

Esse foi o único que não falou desde o início até o final do terceiro estágio, o almirante, Akainu. 

Akainu olhou para Roja e dirigiu o olhar para Sengoku. Com um tom baixo ele disse. "A posição de vice-almirante não é algo insignificante, não é uma posição tão fácil de conceder. O almirante da frota não poderia ter esquecido do caso de Dragon, certo? 

Quando Akainu mencionou Dragon, a atmosfera na sala ficou pesada. Obviamente, não era um bom assunto para se mencionar. Do outro lado, Garp sorriu rigidamente enquanto sua expressão ficava feia.

Monkey D. Dragon, ele era o filho de Garp e o primo de Roja. Atualmente era o criminoso mais procurado e a primeira pessoa que queria derrubar o governo. 

Como Garp era o herói da marinha, o governo emitiu uma ordem rígida para não divulgar essa informação a ninguém. Mesmo na Marinha, apenas oficiais de alto escalão sabiam disso, mas Roja sabia sobre este assunto pois era sobrinho de Garp e também era o centro desta questão agora. 

Sengoku ficou em silêncio por um tempo. 

Todas as pessoas presentes olharam para Garp e Akainu. Algumas pessoas não podiam deixar de engolir saliva, entre dois deuses, era melhor ficar em silêncio. 

"Nesse caso... então concedo a Roja a posição de contra-almirante." 

Sengoku depois de ficar em silêncio por um tempo rejeitou sua própria ideia. Embora ele tivesse reduzido o cargo, ele deu esse mesmo cargo para Akainu, Kisaru e Aokiji antes, então nãp havia problemas.

"Contra-almirante?" 

Akainu ouviu Sengoku e franziu a testa. Na sua opinião, Roja era um fator instável. Se ele fizesse algo de errado, ele causaria um grande desastre. 

Em particular, o próprio Roja era o sobrinho de Garp. E se ele fizesse alguma coisa, a reputação da marinha estaria envolvida. 

"Almirante da frota, este é um fator instável..." 

"Basta, Sakazuki!" 

Garp gritou diretamente para Akainu enquanto o olhava friamente. 

O nome real de Akainu era Sakazuki e Akainu era apenas um nome usado pela marinha. O nome de Aokiji era Kuzan e o nome de Kisaru era Borsalino. Somente pessoas com alta patente na marinha os chamavam pelo nome.

As palavras de Akainu pararam e ele olhou para Garp com indiferença. Embora Garp fosse o herói da marinha, ele era muito impulsivo, até mesmo às vezes ignorava as ordens do governo mundial. Akainu não gostava disso. 

Além disso, Dragon era o filho de Garp, mas ele criou o exército revolucionário e se tornou o principal criminoso do mundo, fazendo o título de herói de Garp se tornar uma piada.

Garp estava realmente com raiva, mas ele não tinha nada a ver com as coisas relativas a Dragon. Como essa foi uma mancha em sua carreira como marinheiro. 

Aokiji e Kisaru não conversaram. Z franziu a testa, enquanto Sengoku olhava Garp e Akainu com uma dor de cabeça. 

Neste momento, uma voz foi ouvida de repente.

Essa voz era de Roja. 

Roja não sabia o que dizer a Garp quando olhou para ele, mas quando olhou para Akainu, ele riu. 

"Haha." 

Esta risada quando caiu nos ouvidos das pessoas aqui, eles sentiram algo estranho, mas não podiam dizer o que era. 

Todas as pessoas se viraram para olhar para Roja. A atmosfera extremamente ruim de repente se foi, transformando-se em uma atmosfera estranha. 

"Oh?" 

Akainu olhou para Roja e instintivamente sentiu que o tom de Roja não era bom. Então seus olhos ficaram frios. 

Neste momento, Roja virou o corpo e logo se afastou. Desde o início até o fim, ele não disse uma palavra. Parecia que as palavras estavam incluídas naquela risada. 

Para Roja, Dragon era Dragon, e ele era ele mesmo. Se ele era um marinheiro, um pirata ou um membro do exército revolucionário e mesmo que ele não fosse um dos três, ele não se importava com a posição, porque a coisa mais importante era sua força.

Graças a Akainu, Roja mudou de ideia. 

Já que Akainu falou essas coisas como se Roja fosse trair a marinha, Roja decidiu substituir Akainu como almirante.

Na marinha, havia duas maneiras de chegar na posição de almirante, a primeira era ser nomeado quando não havia ninguém na posição.

E a segunda era... reunir 200 mil pontos de guerra e desafiar um almirante. Se derrotasse o almirante, tornaria-se o novo almirante.

Os derrotados eram substituídos e seriam colocados em uma posição de reserva. Em outro mundo era equivalente a estar no banco de reservas, com a única escolha de se aposentar. 

Não pense que você pode ser um almirante para sempre, não irá demorar, Akainu...

Roja sorriu e continuou andando sem se virar.

... 

Depois que Roja estava longe. 

"Conceda a Roja o cargo de contra-almirante, essa decisão está definida e não será mudada."

Sengoku olhou para as costas de Roja, respirou fundo, então olhou para Garp e Akainu e se virou.

Akainu franziu a testa, mas não continuou. Embora ele ainda estivesse insatisfeito com essa decisão, ele sabia pelo tom de Sengoku que isso não seria mais discutido.

Quanto à atitude hostil de Roja em relação a ele, ele não se importava. 

O talento de Roja era realmente alto e ele parecia ter potencial para ir além do cargo de um almirante, mas ele ainda estava longe disso e, infelizmente, para ele, sua habilidade era as chamas. 

Na opinião de Akainu, embora as chamas de Roja fossem estranhas, confrotando seu magma, elas não seriam uma ameaça. Afinal, ele era um almirante, um dos cargos que representava que era um dos mais fortes do mundo.

Ele sabia muito bem quão forte era, ele tinha muita autoconfiança. Se Roja era Mihawk, as coisas seriam outra, mas ele não era.

Se Roja queria derrubá-lo, não seria fácil. Afinal, não era fácil atingir a força de um almirante da marinha!

Notas do Capítulo:

Avaliação e Análises: Se você realmente está gostando de God of Soul System, por favor considere dar 5 estrelas na Central Novels: https://centralnovel.com.br/novel/god-of-soul-system

keyboard_arrow_left Anterior Próximo keyboard_arrow_right
Você pode usar o atalho Ctrl+ ou Ctrl+ para navegar entre os capítulos

Olá, deixe seu comentário sobre o capítulo Decisão

Enviando Comentário Fechar :/