Capítulo #2: Changyang Xiangtian

De repente, a espada na mão de Jian Chen começou a se controlar; era como se a espada tivesse uma mente própria. Inesperadamente, a espada disparou em direção a Dugu Qiubai como um raio de luz, viajando a uma velocidade muito alta.

 

A velocidade da espada era quase inacreditável. Dugu Qiubai só reagiu quando a espada atingiu sua garganta. A espada estava coberta com uma energia espiritual extraordinariamente forte. Quando a espada atravessou seu pescoço, Dugu Qiubai arregalou os olhos com medo. Depois do golpe, uma névoa saiu do punho da espada. A névoa girou no ar por um tempo antes que a espada retornasse para mão de Jian Chen.

 

Um buraco do tamanho de um punho apareceu no meio da garganta de Dugu Qiubai. A ponta da espada havia se expandido depois de atravessar o pescoço de Dugu Qiubai, aumentando a ferida. Se não fosse por isso, seria impossível para uma espada tão fina criar uma ferida desse tamanho.

 

Dugu Qiubai arregalou os olhos e olhou para a espada, ele não acreditava no que tinha acontecido. Afinal, ele acabou de testemunhar algo impossível. Ele lentamente abriu a boca para dizer algo, mas, infelizmente, sua garganta já estava empalada, deixando-o sem palavras. Com um olhar cheio de descrença e terror, ele lentamente caiu no chão, para nunca mais ficar de pé novamente.

 

Jian Chen apertou a sua espada silenciosamente e deu um leve suspiro antes de olhar para Dugu Qiubai que estava caído no chão já sem vida. Ele não acreditava que, quando sua vida já estava chegando ao fim, ele iria avançar para o reino do Deus da Espada. Mas, no entanto, foi em vão, pois ele também estava perto da morte.

 

Suspirando já sem forças, os olhos de Jian Chen começaram a escurecer lentamente. Mesmo que o avanço tivesse fortalecido seu corpo, era muito difícil escapar da morte, especialmente quando seu coração havia sido perfurado.

 

Logo depois, Jian Chen seguiu os passos de Dugu Qiubai na vida após a morte, seu corpo caiu no chão, em direção ao abismo.

 

Depois que Jian Chen caiu, a área em que ele e Dugu Qiubai haviam caído começou a tremer. Tanto que os dois picos das montanhas em forma de espada emitiram um barulho alto que tremeu o céu e dividiu as duas montanhas ao meio. Inúmeras pedras caíram pela encosta da montanha, criando uma avalanche em todas as direções. O céu ficou roxo e verde e os céus e a terra foram iluminados. As cores dançavam e se misturavam formando uma bela imagem, e era uma pena que nem Jian Chen nem Dugu Qiubai estivessem vivos para vê-la, nem a série de eventos que aconteceram depois ...

……

 

Dentro de uma mansão espaçosa e luxuosa, havia um quarto decorado com grande esplendor. Fora deste quarto, um grande grupo de pessoas se reuniu. Um jovem homem caminhava de um lado para o outro em frente das portas, com o rosto cheio de ansiedade e preocupação. Ele parecia ter trinta anos de idade e emitia uma aura majestosa. Embora aparentava ter envelhecido um pouco, ainda era possível imaginar o belo jovem que ele era quando mais novo. Ele usava um chang pao prata com decorações douradas, que ressaltava sua aparência bonita, ele estava cercado por uma aura semelhante à de um anfitrião. Seu rosto estava firme, as sobrancelhas unidas e levantadas.

 

NT: Chang Pao, é uma roupa longa ou túnica, tradicional da China.

 

Do lado de fora do quarto, havia um grupo de 30 pessoas, desde jovens a idosos, que estavam aguardando nervosamente. Os mais velhos do grupo pareciam ter entre 60 e 70 anos de idade, com cabelos brancos e rugas por todo o rosto. No entanto, apesar da idade, seus olhares emanavam luzes divinas que faziam as pessoas tremerem de medo. A julgar pelo brilho de seus olhos, a quantidade de medo que podiam infligir aos outros era tanta que as pessoas não os consideravam velhos frágeis, mas homens fortes e saudáveis ​​de meia idade com a força de um tigre e um dragão combinados. O resto dos homens tinham entre 30 e 40 anos, com auras e olhares grandiosos. Com apenas um olhar se podia dizer que este grupo não era de pessoas normais.

 

E dentro do quarto à frente deles, os gritos de uma mulher chorando de dor podiam ser ouvidos.

 

“Senhora, continue empurrando, o bebê está quase saindo. Continue, o bebê está quase fora...”. Uma voz idosa, mas impaciente, podia ser escutada em meio aos dolorosos gritos. Aqueles que conseguiam ouvir a voz podiam dizer que pertencia a uma velha senhora.

 

Do lado de fora do quarto, o homem de meia-idade, que caminhava ansiosamente, parou de caminhar e falou com uma expressão preocupada: “Ah ... isso já dura um dia e uma noite inteiros, como Yun'er ainda não deu à luz? Se isso continuar por mais tempo, temo que Yun'er enfrente uma situação desfavorável.” A voz do homem estava trêmula e cheia de ansiedade.

 

"Meu senhor, por favor, não se preocupe muito. A senhora Yun'er definitivamente ficará bem. Você está esquecendo que Madame Yun'er é uma Mestre Santo”. Um ancião de cabelos brancos falou com um tom de confiança, mas seu rosto não conseguia esconder uma expressão de preocupação.

 

NT: Mestre Santo é um dos níveis de cultivo.

 

"Ah ..." O homem vestido em um chang pao branco começou a suspirar novamente várias vezes; a preocupação e a ansiedade em seu rosto não diminuíram nem um pouco.

 

Depois que os homens do lado de fora esperaram mais duas horas, uma voz excitada veio de dentro da sala. “Meu senhor, meu senhor! A senhora Yun'er deu à luz! Ela deu à luz e não corre risco de vida! E o garoto também!” A quantidade de emoção na voz despertou uma alegria por toda a casa.

 

Ao ouvir isso, o homem de meia-idade que esperava ansiosamente ficou de queixo caído; a preocupação em seu rosto tinha desaparecido e foi substituída por uma expressão de alegria e emoção. Ele ficou tão emocionado que não conseguiu encontrar as palavras certas e abriu as portas tão rapidamente que parecia até que elas não existiam. Sua velocidade era tão incrível; que nenhum homem comum poderia ter força suficiente para exibir a mesma velocidade.

O homem de meia idade imediatamente se aproximou da cama e sentou-se ao lado dela. Ele tinha uma expressão preocupada quando ele olhou para a mulher que estava deitada em sua frente. "Yun’er, como está se sentindo? você tem que estar bem!” Apesar da excitação, sua voz era suave e cheia de preocupação.

 

Em cima da cama estava uma mulher que tinha cerca de 20 anos. Sua aparência era tão bonita que poderia fazer um reino inteiro lutar e desmoronar por ela. Seu rosto cansado e pálido estava cheio de suor, mas ainda conseguia manter um olhar divino.

 

A mulher olhou com uma expressão cansada para o homem ao seu lado e sorriu: “Meu querido marido, estou bem. Por favor, me permita ver meu bebê.”

 

“Oh! Sim! Imediatamente! Enquanto Yun'er estiver bem.” O homem começou a sorrir alegremente, ele se virou e olhou para a criança nos braços da parteira. No momento em que ele estava prestes a falar, as sobrancelhas da parteira se uniram e olhou preocupada para criança que ela estava segurando. Seus braços continuaram balançando a criança enquanto ela falava: “Chore bebê, vá em frente e chore. Que criança é você que não chora? Que estranho, já participei do parto de muitos bebês e, embora os números não tenham chegado a mais de mil, ajudei a dar à luz mais de 900. No entanto, é a primeira vez que vejo um bebê recém-nascido que não chora.”

 

Ao mesmo tempo em que ela falou, os homens que estavam do lado de fora entraram no quarto, cada um deles tinha um sorriso no rosto. Um após o outro, eles começaram a parabenizar a mulher que estava na cama.

 

O homem de meia idade ainda estava sorrindo bastante e falou com a mulher: "Yun’er, você deve descansar primeiro. Vou trazer a criança em um segundo.” O homem então se levantou e caminhou em direção à parteira: “O que há de errado? Poderia haver algum tipo de problema com a criança?” A voz dele continha preocupação; às vezes, algumas crianças nasciam com doenças. Essas situações não eram raras e aconteciam com frequência. Ele já estava com medo de que seu filho recém-nascido tivesse algum tipo de problema.

 

Ao ouvir sua pergunta, o rosto da parteira tinha uma expressão nervosa, ela olhou para ele e disse respeitosamente: “Meu senhor, o jovem senhor não tem problemas que eu saiba, mas de acordo com meus 10 anos de experiência, toda criança quando nasce começa a chorar. Mas esse jovem senhor é diferente; olhe bem, desde que nasceu, ele não fez nenhum barulho. Esta é uma situação extremamente estranha.”

 

A testa do homem franziu em pensamentos enquanto olhava para o bebê. Os olhos do bebê eram brilhantes e não mostravam impurezas dentro deles, pareciam que estavam observando o lugar. Um momento ele olharia para cá, e no momento seguinte ele olharia para lá. Ele era muito fofo dessa maneira, e só de olhar parecia que não haviam problemas com ele.

 

No entanto, o homem não percebeu que os olhos brilhantes da criança não tinham uma única impureza no vasto abismo de suas pupilas. De fato, parecia que seus olhos tinham uma profundidade e complexidade que de alguma forma abalou o interior do homem, embora ele mesmo não acreditasse.

 

Então, quando ele colocou a mão em cima da criança, viu uma fina camada de luz amarela flutuar subitamente em volta da palma da sua mão.

 

Vendo o movimento do homem de meia idade, o rosto da parteira ficou inquieto. Ela era apenas uma pequena parteira, uma das classes mais baixas da sociedade, ela tinha medo de que houvesse algum problema com a criança. Se houvesse algum problema, então o homem a culparia, e ela não seria capaz de se defender. Apesar de que ela não tinha culpa nenhuma, ela não teria o poder para dizer o contrário.

 

O homem rapidamente retirou a mão, seu coração finalmente estava tranquilo. Um sorriso voltou ao seu rosto mais uma vez quando ele falou: "A criança está sã e salva, não consigo encontrar nem um único problema." Ele pegou a criança da parteira com um sorriso gigantesco.

 

Ao ouvir isso, a parteira soltou um suspiro de alívio. Com o ritmo cardíaco lentamente voltando ao normal, até ela começou a rir de empolgação: “O que o senhor diz está correto, parece não haver nenhum problema. Ele certamente se tornará um indivíduo forte e único à medida que crescer.”

 

Enquanto ouvia a parteira falar, sabendo que isso era algo extraordinariamente lógico de se dizer, ele ainda não pôde deixar de rir: "Sim, sim, sim, só espero que sim. Alguém vem aqui! Vamos recompensar a Mãe Hong com cem moedas de ouro!”

Uma expressão de alegria apareceu imediatamente no rosto da parteira e disse com emoção: "Agradeço muito ao senhor, muitíssimo obrigada!"

 

O pai levou o bebê para a mãe na cama e sorriu: “Yun’er olhe! Este é o nosso filho, olha como ele é fofo!

 

Yun'er segurou a criança com ternura, deu um beijo na testa e falou alegremente: "Querido marido, já que nosso filho é um menino, então, conforme combinamos antes, o chamaremos de Changyang Xiangtian".

 

Rindo, o marido disse: “Nada mal, declaro oficialmente que o nome dessa criança será Changyang Xiangtian! Venham todos! Convido todos presentes aqui hoje, amanhã haverá um banquete em homenagem ao meu filho! Vamos celebrar grandemente ...

 

Num piscar de olhos, um ano já havia passado. Na frente de um pequeno lago, a figura de uma criança que não tinha nem um metro de altura estava com uma expressão vazia. Ambos os olhos olhavam atentamente para o lago no meio de um jardim de pedras. O garotinho estava vestindo um lindo conjunto de roupas, mas a expressão em seu rosto era extraordinariamente complexa, de uma maneira difícil de se ver em um menino de um ano de idade.

 

Para ser mais preciso, esse garoto era Changyang Xiangtian. E nesse momento passava em sua mente, uma cena de arrepiar qualquer pessoa. Como se estivesse assistindo cenas de um filme, tudo o que ele podia ver eram imagens de cadeias de montanhas que pareciam duas espadas gigantes. Outra imagem de um jovem bonito de 20 anos de idade, com uma espada, veio à sua mente, juntamente com as cenas da dura batalha contra Dugu Qiubai. Finalmente, no momento de sua morte, ele se lembrou do avanço que experimentou que lhe permitiu alcançar o reino do "Deus da espada". Depois disso, ele se lembrou de apunhalar Dugu Qiubai no pescoço, ocasionando a morte de ambos ...

keyboard_arrow_left Anterior Próximo keyboard_arrow_right
Você pode usar o atalho Ctrl+ ou Ctrl+ para navegar entre os capítulos

Olá, deixe seu comentário sobre o capítulo Changyang Xiangtian

Enviando Comentário Fechar :/