Capítulo #54: Uma Marca do Futuro. (1)

Por agora, Kim Sae Jin retornou para casa. Seus problemas ainda não tinham sido resolvidos, já que a Forma de Orc não era poderosa o suficiente atualmente, mas havia várias coisas que ele estava ignorando até agora.

O Goblin, muitas vezes referido como um dos Alquimistas mais prolíficos dos últimos tempos, não tinha produzido uma poção em mais de três semanas; a terceira boneca Athany ainda tinha de aparecer no mundo; e para não esquecer, a promessa de “duas armas por mês” feita pelo Ferreiro Orc estava em perigo de ser quebrada após o segundo mês.

Claro, ele já tinha pago todas as suas dívidas com Hazeline. Mesmo se fizesse tudo com calma e fosse bem devagar, ainda teria dinheiro para viver confortavelmente pelo resto de sua vida… Mas Sae Jin não queria estagnar nesse ponto.

Como ele estava vivendo agora, essa preciosa vida, era algo que trabalhou muito para garantir enquanto viveu na sordidez daquela caverna úmida por mais de cinco meses de sua vida — quatro meses antes e um agora, ele não iria perder as chances em sua frente, as quais o fariam alcançar tudo que apenas podia sonhar naquela época.

— Sim. Por favor, envie alguém para vir pegar as poções. E não, não se preocupe. Nada demais aconteceu. Bem, é um... segredo.

Com certeza fazia um tempo que não conversavam, mas ele ligou para Hazeline e a chamou para buscar as poções. Embora, obviamente, extática, ela começou a contar sobre as preocupações da mídia, Cavaleiros e o público após o Alquimista Goblin parecer ter se ausentado.

— Okay. Falo com você mais tarde.

Ele falou com Hazeline por mais ou menos cinco minutos e encerrou a ligação, depois começou a mexer na internet. O link que tinha acessado era o do site de sua Associação.

Talvez pelo site ter sido criado por especialistas contratados por Yu Sae Jung, ele parecia e operava tão bem quanto sites famosos. Contudo, muito provavelmente por não ser conhecido, só havia tido dois visitantes hoje, incluindo si mesmo

Para dar uma força ao site, ele decidiu escrever e enviar algo ali.

 

⸢O Ferreiro, o ORK, está procurando novos donos para suas armas da Linha Orc.⸥

Durante uma semana, começando neste domingo às 9:00, as entrevistas irão começar, com base em proposições da Forja do Orc. A pessoa que conduzirá as entrevistas será o líder da Associação, Kim Sae Jin.

Por favor, preparem formulários de inscrição no mesmo formato de antes, escrevendo tudo com honestidade.

O preço será discutido com os candidatos aprovados.

 

Logo que apertou “enter” no teclado para enviar o chamado público, seu telefone vibrou. Enquanto estava com o olhar fixo no monitor, ele atendeu a ligação.

Alô?

— ...

Porém, nenhuma palavra veio do outro lado.

Quando ele olhou para o identificador de chamada na tela, mostrava Yu Sae Jung. Ele balançou a cabeça um pouco.

— Por que ligou para mim?

— Oh...! Então finalmente decidiu atender o telefone — respondeu ela, mas  só após ele perguntar de novo. Sua voz estava repleta de frieza.

— Foi mal. Tinha um negócio do qual tive de cuidar.

— Bem, entendo, juro. E não precisa se desculpar tanto assim. Fui eu que te liguei do nada, então não é como se eu estivesse sentindo dor ou algo do tipo. Pensei que eu e Oppa éramos amigos, mas acho que você pensa diferente. Huh! Estou tentando entender o porquê de ter me sentido assim. Mas não há nada para se preocupar. Sendo assim…

Vendo como ela continuou a tagarelar sem parar, ele definitivamente podia dizer que Sae Jung estava brava.

Sae Jin conseguia imaginar o rosto dela no outro lado da linha. Seus olhos apertados, os lábios fazendo um grande bico e o tempo todo arrancando as unhas dos dedos.

— É isso aí. Mas como seu corpo está agora?

— Eh...? Oh! Está okay. Por acaso… É verdade que você me salvou?

— Sim. Por coincidência, eu estava caçando por perto.

— O quê?! Um Caçador estava caçando sozinho na Área de Caça Intermediária?

Foi então que sua mente ficou vazia por um momento, porém ele respirou fundo e começou a falar com ela em um tom acusatório. Afinal, em casos como esse, é melhor ser duro.

— Oi? Eu percebi que você falou como se pensasse que Caçadores são uns merdas ou algo assim.

— Huh? Ah! Não, não é isso…

— O que quer dizer com “não é isso”? Agora relembrando, quando nos encontramos pela primeira vez, você me tratou como um inseto após eu dizer que era um Caçador, não é?

— Eh? Eh? Não, não é issooo!!! O-o que você está dizendo, innn-inseto?! Eu nunca tratei o Oppa como um inseto, você sabe?! Nunca, nunca… É um mal-entendido, um mal-entendido!!

Dizem que cada um conhece melhor os próprios pecados. Lembrando do evento em questão, Yu Sae Jung começou a murmurar coisas aleatórias em pânico.

— Não faça isso de novo. Tratar pessoas mal assim não é um bom hábito para se ter, entendeu?

Ele estava falando a verdade. Depois de conhecer incontáveis pessoas e chegar no topo da “vida” tão jovem e, entre eles, os otários que achou repugnantes eram aqueles que julgavam os outros pelas posições e talentos, e, após considerarem que alguém era inferior a eles, começavam a criticá-lo.

— Entendi... — soou um pouco emburrada, mas já que foi culpa dela desde o início, Sae Jung não tentou responder.

— Ah! Tudo bem. Posso te pedir um favor? — Desde que foi ela que ligou, Sae Jin decidiu que poderia muito bem pedir um favor.

— Hm? Um favor…? O que seria?

— Você mexe com essas coisa de SNS, né? 1

— Desculpa? Oh...! Sim, uso redes sociais. Quer que eu envie uma solicitação de amizade? Qual é o seu nick?

— Não, não é isso… — Ele ficou um pouco surpreso. Sae Jin pensava que ela devia ficar longe dessas coisas… — Agora mesmo, no site da nossa Associação, o Ferreiro Orc soltou um aviso, você viu? Quero que você espalhe o que ele disse.

— Sério?

— Você irá ver quando entrar. Estou contando contigo.

Ele quase desligou inconscientemente a ligação bem ali, no entanto, de alguma forma, conseguiu se parar a tempo.

— Okay... Compreendi.

— Certo. Obrigado.

E foi assim que a conversa entre os dois acabou. Contudo, nenhum dos dois desligou.

— Você não vai desligar?

— Sim. Você deveria desligar primeiro. Se você tiver mais alguma coisa para falar, pode dizer.

— Como se você tivesse ouvido o que eu disse antes…

Sae Jin falou que a ouviria desta vez enquanto voltava a sua atenção para o computador de novo, já que ele se lembrou da boneca Athany. Então, começou a digitar novamente.


⸢Procurando um novo dono para Athany.⸥

Todos os detalhes serão decididos após a entrevista. A localização para tal será no prédio da O Monstro, o “Construção de Elron”, situado nos subúrbios de Wonju, Província de Gangwon.

Se você enviar suas dúvidas na parte de contato do site, nós responderemos uma dúvida de cada vez.

 

— Bem, está tudo bem. De qualquer maneira, não tenho mais nada para falar. Vou desligar agora. Posso ver os detalhes no site, né?

— Aham. Deve haver dois avisos.

— Okay. Até mais.

Todavia, ele não desligou a ligação e esperou. Até Sae Jung fez o mesmo.

— Ohhhhh~~?!

— É de verdade, agora... Não me teste.

Ela soltou uma pequena exclamação em um tom malicioso, disse que estava desligando de verdade, e finalmente acabou a ligação.

Quando Sae Jung fizer muita propaganda nas redes sociais, então… Espere um pouco. Assim, um pensamento surgiu em sua mente. Talvez eu também devesse usar redes sociais?

Ele estava com belos vinte e três anos. Esta era a idade em que seu desejo de entrar na sociedade estaria à flor da pele. Mas, no meio de uma tempestade chamada “trabalhar muito para sobreviver”, ele nunca se permitiu curtir essas coisas até hoje.

*Cof Cof.*

Sae Jin forçou uma tossida e ligou para Yu Sae Jung desta vez.

 

*   *   *

 

Vinte e um de março.

A Ordem de Cavaleiros das Nações Unidas declarou a parte Sul da África como uma área de 1° Grau de Risco, “Aniquilada”.

Quando o 1° Grau de Risco era dado, isso significava que o lugar tinha de ser abandonado devido ao alto número de Monstros poderosos, e quando os equipamentos e pessoas levadas para suprimir o problema não foram o suficiente.

Pelo menos eles conseguiram fechar a Fissura, com grande dificuldade, significando que 80% do continente está protegido. Mas os 20% restantes viraram uma parte do inferno, cheia de monstros invencíveis que afrontam qualquer classificação.

O foco da mídia mundial, incluindo na Coréia, estava concentrado neste trágico evento que tinha custado muitas vidas. Os incontáveis habitantes deste planeta lamentaram as perdas.

E também, usando esse evento como uma clara evidência, várias organizações começaram a pedir para os outros pararem de tratar as Fissuras e Monstros como fonte de renda, mas sim como um real, tangível problema que podia ceifar muitas vidas — e mudar a mentalidade para nos tornarmos mais vigilantes e menos apáticos.

No entanto…. talvez por esse caso ter acontecido em um lugar distante, não comoveu as pessoas o tanto que deveria. As chamas de luto se apaziguaram até nada em menos de uma semana, e a inconstante atenção do público se moveu para outro assunto.

Uma postagem de Yu Sae Jung foi o início. Uma semana atrás, ela postou um comentário sobre sua Associação, O Monstro, para seus dois milhões de seguidores lerem.

E o conteúdo era bom o suficiente para fazer as pessoas esquecerem do incidente da Fissura Africana — a terceira boneca Athany e também armamentos da “Linha Orc”.

No momento que sua postagem ficou online, ganhou uma expressiva quantidade de atenção dos Cavaleiros e da população em geral; e os servidores da O Monstro não conseguiam aguentar o enorme fluxo invadindo seu site, isso o fez cair algumas vezes.

Por quanto tempo eu deveria esperar...? E agora, este lugar estava no meio da Associação, causando todo este tumulto. O prédio da O Monstro, no último andar — o quinto.

Kim Yu Rin suspirou com a incessante passagem do tempo.

Ela tinha um monte de trabalho para hoje, mas… não era como se pudesse apenas correr de sua importante agenda com a frouxa desculpa de que tinha problemas pessoais a resolver. Parecia que suas vísceras estavam queimando de nervosismo.

Com certeza há muitas pessoas aqui. Bem… É um item ridiculamente bom, faz sentido.

A recepção estava lotada até as bordas com vários Cavaleiros aguardando. E não só membros de Ordens locais, mas pessoas de Ordens estrangeiras e vários Magos também. Sem dúvida, eles vieram aqui pela boneca que tinha se tornado famosa pelo mundo todo, a Athany.

As Ordens de Cavaleiros e Torres de Magos enviaram pedidos de compra para a O Monstro, como se estivessem em uma disputa ou algo assim, após checarem o aviso no site.

Já que havia muitos pedidos, Yu Rin ouviu que aconteceriam apenas dez entrevistas por dia… então, julgando pela quantidade de pessoas presentes, parecia que as pessoas importantes de cada Ordem vieram com seu próprio séquito.

Eu devia ter trazido meu pessoal também, eu acho... Kim Yu Rin sentiu um pouco de arrependimento nascendo de sua solidão crescente dentro de si, mas ela rapidamente balançou a cabeça.

Aquele cara, Chae Young Ho, tentaria se enfiar no meio se ela não tivesse declarado que queria vir sozinha. Então, assim era melhor.

— Uh?! Você não é a Cavaleira Kim Yu Rin?

Enquanto ela estava sentada ali esperando infinitamente, do nada um cara chegou perto dela e tentou conversar. Neste momento, o foco dos arredores se projetou nela.

— Ah… Sim. Olá.

Ela usava um chapéu e uma máscara, já que queria evitar esse tipo de situação, no entanto…

Yu Rin se sentiu um pouco desconfortável com isso, mas por causa da cortesia, ela deixou seu disfarce de lado e cumprimentou o homem.

Como estava claro que os Cavaleiros aqui eram importantes em suas respectivas Ordens, ela tinha de manter uma certa quantidade de decoro. E também, as palavras de Chae Young Ho quando ele a acusou de ignorar inadvertidamente outros Cavaleiros passaram por sua mente.

— A Corvo também veio?

— Hu-uh, que problemático. Eles são tão gananciosos… keu-mm.

Contudo, a atmosfera no lugar ficou estranha rapidamente. Dentro da recepção, todos os olhos dos Cavaleiros presentes se afiaram como facas e começaram a encarar Kim Yu Rin como se ela fosse a inimiga mortal deles.

Ela entrou um pouco em pânico quando olhou para o Cavaleiro que a tinha reconhecido primeiro.

Infelizmente, este cara tinha uma expressão de total satisfação com o desenrolar dos acontecimentos; sorrindo constantemente, ele então falou em um tom alto:

— Por acaso, eu pensei que a Ordem Corvo já possuía uma boneca Athany… Mas, bem, eu posso entender. Ter duas seria melhor mesmo. O título de melhor Ordem de Cavaleiros deve ficar seguro deste jeito. Falando honestamente, na verdade é melhor para a Corvo adquirir a boneca ao invés de outras Ordens, desde que os interesses do país estejam garantidos, não estou certo?

Pelo seu modo de falar, qualquer um podia perceber que ele queria causar problema para ela.

Sentindo um pouco de raiva crescendo dentro de si, ela estava prestes a dizer o que estava pensando, quando o cara disse algumas porcarias como estar desejando o sucesso dela, antes de desaparecer.

— Ei! Com licença…

Com a cabeça fumaçando de raiva, ela se levantou do assento, mas seus pensamentos congelaram no caminho quando os sussurros dos arredores invadiram suas orelhas.

— Uh-whew. Olhe como ela veio sozinha para cá. É como se tivesse medo de compartilhar seus ganhos… Sério, ela não é uma Cavaleira de Nível Altíssimo por nada.

— Ela é fria.

Sem nomes, sem rostos — ela só conseguia escutar suas vozes.

Só então Yu Rin entendeu o que estava acontecendo. Este lugar tinha se transformado em uma grande arena política. As pessoas tinham esquecido de manter maneiras cordiais apenas pela chance de adquirirem uma boneca Athany…

Sendo mentalmente atingida por vários ataques de vozes dissidentes com clara hostilidade, ela se sentou novamente.

Yu Rin percebeu que não tinha aliados neste lugar. E assim, teve de aguentar todos os olhares hostis e sarcasmos dos outros Cavaleiros sozinha.

 

*   *   *

 

— Então. Estaremos em suas mãos, Senhor Presidente!!

— Sim, tome conta de nós.

O vice-presidente da Ordem Daebaek, Oh Jung Hyuk e seu filho, Oh Dae Soo, curvaram-se em um ângulo de 90° graus.

Ao lado deles, documentos espessos e papéis enrolados. Todos esses eram materiais de relações públicas preparados para o encontro.

O filho e pai prepararam uma grande apresentação para o encontro com Kim Sae Jin; sobre como a Daebaek iria ajudar a O Monstro se adquirissem a Athany, projeções de benefício real para as duas partes, estratégias para recorrerem ao seu lado emocional e etc.

Claro, Sae Jin sabia muito bem o quão seriamente as Ordens de Cavaleiros desejavam ter a Athany, mas tal grande vontade ainda acabou o dando uma enxaqueca.

E seu “tempo” estava corrido…

— Ah! Sim, bom… Não há necessidade de fazer isso… ainda assim, obrigado por ter vindo. Os resultados sairão dentro de duas semanas.

Sae Jin também se sentia um pouco desconfortável com a visão de pessoas, que eram visivelmente mais velhas do que si mesmo, tão atentas às suas maneiras, parecendo algo robotizado no processo.

— Por favor, ficaremos extremamente satisfeitos se pensar favoravelmente sobre nós. Como dissemos mais cedo, nossa Ordem pode… — Oh Jung Hyuk deu o seu melhor para alertar Sae Jin sobre os benefícios que sua Ordem poderia fornecer desde agora até o final.

— Whew.

Após acabar a entrevista, Sae Jin fez uma pequena pausa. Ele anotou em uma folha de papel o que Jung Hyuk disse e então pegou seu telefone.

— Wow. Cinquenta mil, já?

Só tinham se passado três dias, mas já tinha alcançado 50k de seguidores. Conforme o esperado, o poder de influência de Sae Jung era considerável.

Bem, sua ajuda aqui não foi nada além de ter se tornado sua seguidora, mas, ainda assim, já que ela só seguia uma pessoa — ele — o público obviamente teve de prestar atenção para essa mudança no perfil dela.

Eu devo mandar o próximo candidato? — A voz de um funcionário temporário da Corporação Alvorada entrou em seus ouvidos.

— Sim. Faça isso, por favor.

A porta abriu, uma mulher entrou com passos maciços.

Era alguém familiar a Sae Jin — Kim Yu Rin.

Mas seu estado parecia um pouco peculiar. Seu rosto estava vermelho; o cabelo, normalmente arrumado, estava de algum modo desgrenhado; e havia um pouco de sangue em seus lábios como se estivesse os mordendo com muita força por um bom tempo.

Ela caminhou  lentamente com os dentes rangendo e sentou na frente se Sae Jin.

 

*   *   *

 

— Pai, isso vai funcionar…?

— Claro. Você viu como as coisas andaram bem lá, não é?  E quanto dinheiro gastamos nos assessores próximos a Kim Sae Jin? Eu até mesmo dei um pequeno presente para a gerente Elfo da Forja…. Khuem. Vamos falar disso depois.

— A gerente?

Com a pergunta confusa de Dae Soo, Jung Hyuk olhou desapontado para seu filho. O olhar continha sentimentos de um pai que sentia tristeza e pena pelo seu filho que era inocente quanto aos caminhos do mundo real.

— Aquela gerente da Forja. Aquela mulher que é suspeita de ser a namorada de Sae Jin. Como você não… Hoo. Tudo bem, tudo bem. Eu nem devia ter falado disso.

Oh Jung Hyuk balançou a cabeça e entrou no elevador primeiro. Dae Soo olhou para seu pai com um olhar invejoso e, então, com um sorrisinho no rosto, seguiu-o.

— Como sempre, eu sabia que você conseguiria fazer isso, pai. Você se tornou amigo da namorada do Presidente da Associação em tão pouco tempo…

— Calma, filho. Eu falei para você, são apenas especulações. Não é algo definitivo. Bem, já que Kim Sae Jin é um homem, ele definitivamente teria um ou dois pensamentos indecentes sobre aquela Elfa… E por acaso, por que você está tão feliz agora? — resmungou Oh Jung Hyuk enquanto dava alguns tapinhas na nuca de seu filho.

Indiferentemente, Dae Soo continuou a olhar para seu pai com olhos brilhantes de tanta adoração.

Mesmo que o garoto parecesse ser meio retardado, como um pai, ele não conseguia odiar o próprio filho.

— Ei! Seu moleque. Eu já não te falei para perder um pouco de peso várias vezes?! — Jung Hyuk cutucou a barriga gorda de seu filho enquanto ria um pouco.


*1: SNS — Social Networking Service - Redes Sociais

keyboard_arrow_left Anterior Próximo keyboard_arrow_right
Você pode usar o atalho Ctrl+ ou Ctrl+ para navegar entre os capítulos

Olá, deixe seu comentário sobre o capítulo Uma Marca do Futuro. (1)

Já temos 2 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Rhuam Carlos Silva

Rhuam Carlos Silva

e....
mano por favor não acaba assim se não você me mata de ansiedade
★★★★★DIA 27.10.18 19h22RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Rhuam Carlos Silva

Rhuam Carlos Silva

★★★★★DIA 27.10.18 19h21RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/