Capítulo #43: Um pequeno passo. (1)

— ... Caralho.

Atualmente, na Forja do Orc. Apesar de ter sido nomeado como uma “ferraria”, não era algo diferente de um arsenal. Foi decidido que o andar térreo do prédio, que tinha a loja localizada em seu último andar, seria transformado em uma cafeteria.

Suspeitava-se que os clientes da Casa da Alquimia ou do arsenal, que sempre ficavam esperando sem nada melhor para fazer, poderiam se interessar por essa instalação.

As ideias de Hazeline estavam focadas em dinheiro.

Agora, meio-dia, os Cavaleiros estariam ocupados demais após uma caça a Monstros. No entanto, havia uma enorme multidão deles que resolveria ir até à cafeteria neste exato momento.

Embora não houvesse nenhum Cavaleiro conhecido que estivesse no Nível Intermediário Superior ou mais, muitas das pessoas presentes eram parte da dita força de combate das Ordens—estando no Nível Intermediário Inferior ou Nível Intermediário. Após contar o número de pessoas por cima, parecia que tinham mais de oitenta presentes.

De fato, ainda estava cedo, mas Hazeline sentia que esse negócio seria um sucesso maior que o esperado. Ela fechou os olhos e prestou atenção nas conversas circundantes por um ou dois minutos.

— Wow... tem um monte de Cavaleiros aqui. E olhe esses emblemas. Oh, esses ali não são da Ordem Corvo?

Cada Ordem de Cavaleiros tinha um emblema próprio, simbolizando suas organizações. Eles serviam como uma identificação para diferenciar qual Cavaleiro pertencia a qual Ordem.

— Você está certo. A competição é maior do que eu esperei. Hey cara, não pensei que eu teria que passar por uma entrevista para poder comprar uma arma, entende? — Uma Cavaleira fez uma reclamação que não soava insatisfeita enquanto tomava um pouco de café.

— Mas não está bom também? Digo, posso conseguir um dia de folga dizendo: “Se quero uma arma do Orc, preciso fazer uma entrevista.”.

— Fu-hut. Isso aí. Também não imaginei que conseguiria a tarde toda de folga só com isso.

— Certo. A propósito, uh... claro, este Ferreiro é bem habilidoso, mas isso também não indica que nossas armas são um monte de merda?

Ambos estavam esperando pela hora da entrevista no último andar.

Foi um pouco estranho fazer uma entrevista para poder comprar uma arma, mas não havia nada a ser feito. Afinal de contas, a demanda era superior à oferta. Então, os funcionários tinham que persuadir os Cavaleiros falando que a entrevista era uma chance de conseguir uma arma decente.

Esse era o nível da fama que o Ferreiro Orc conquistou no meio dos Cavaleiros, tudo graças ao torneio dos ferreiros. Eles acreditavam que, agora, esse cara era um novato em ascensão, mas, no futuro, com certeza seria a estrela mais brilhante do céu.

— Cavaleiro de Nível Intermediário, Senhor Joo Ji Hyuk? — Uma funcionária apareceu na porta dos fundos da cafeteria e chamou pelo nome de alguém.

— Sim, sou eu! — Um Cavaleiro pulou e gritou. Seu emblema mostrava que ele era da Ordem de Cavaleiros Alvorada.

— Já é sua vez.

— Ótimo!

O cara chamado Joo Ji Hyuk seguiu a funcionária.

Wuooooon-

Ele manteve uma postura aparentemente desconfortável no elevador. Mesmo sem sentir nada de especial ou algo do tipo, a vibração leve do elevador fez achar que tudo parecia coisa demais. Seu coração também estava disparado.

Para um Cavaleiro, uma arma era algo parecido a uma amante que ele ou ela poderia ter consigo pelo resto de sua vida. Era difícil encontrar uma que correspondesse exatamente aos desejos do usuário, fazendo com que, caso encontrasse uma, iria usá-la para sempre. E se, por sorte, encontrasse isso, também exigiria muitos sacrifícios. Por isso, era normal que ficasse tão tenso assim...

Pensando dessa forma, Joo Ji Hyuk trabalhou duro para manter a compostura.

Tting-

Antes que percebesse, o elevador chegou ao último andar e abriu as portas.

— ...

Gulp.

Ele engoliu a saliva por reflexo. Isso foi depois de ver o interior do local. Não havia nada de atraente ali. Ao invés disso, apenas o papel de parede frio e cinzento cobria o lugar todo. No entanto, isso tudo transmitia uma sensação estranha e uma pressão intensa, fazendo com que seus ombros caíssem um pouco.

O Cavaleiro, totalmente inconsciente de que Sae Jin tinha colocado um atributo especial nesse papel de parede, não pôde deixar de admirar o nível de diferença que o Ferreiro Orc parecia ter se comparado aos outros, suas pernas não paravam de tremer.

E Joo Ji Hyuk, enquanto olhava para os lados, viu uma certa placa. Seus olhos quase saltaram das órbitas, tudo graças à surpresa. As letras douradas e reluzentes da placa diziam...

“A Forja do ORK, afiliado à Associação O Monstro.”

— Por favor, siga-me.

Joo Ji Hyuk acordou de seu estado de transe, sua boca estava aberta enquanto ele olhava para a placa.

— Ah, sim!

Ele seguiu ela e logo, antes que percebesse, estava diante da porta do “escritório do gerente”. Com certeza o famoso Ferreiro estaria esperando ali...

— Por favor, entenda que a entrevista não será conduzida pelo Ferreiro, mas sim pelo presidente da Associação.

— ... Oh. Entendido...

O presidente da Associação, ou seja, o Caçador de Nível Intermediário, Kim Sae Jin. Mesmo sendo apenas isso, Joo Ji Hyuk ouviu que esse homem estava se tornando algo que não podia ser ignorado. Ele não poderia ser subestimado em ponto algum.

— Por favor, siga em frente.

Joo Ji Hyuk acenou com a cabeça e segurou a maçaneta da porta do escritório do gerente.

 

*   *   *

 

— Se eu conseguir uma arma criada pelo Sir Ferreiro Orc, acredito que poderei cuidar dela melhor que qualquer pessoa. Vou fazer uma manutenção cuidadosa por pelo menos três vezes ao dia...

O afiliado da Ordem de Cavaleiros Alvorada, Joo Ji Hyuk, parecia estar fazendo a entrevista como se sua vida dependesse disso. Seu rosto estava incrivelmente tenso, sua postura bem ereta, olhando fixamente para a pessoa logo à frente.

— ... Isso está certo? Bem, então... poderia dizer o tipo de arma que você mais gosta?

Justo agora, no escritório do gerente, uma entrevista inesperada estava acontecendo.

O entrevistador era, obviamente, Kim Sae Jin—e os entrevistados que já tinham passado pelo local eram todos Cavaleiros de Nível Intermediário ou Intermediário Inferior.

Aqueles caras que supostamente eram tão ocupados e tinham que manter as aparências enviaram pessoas com seus formulários de solicitação, e aqueles que realmente precisavam das coisas acabaram enviando várias pessoas—mas os Cavaleiros menos importantes começaram a se dirigir pessoalmente ao arsenal.

— Bem... gosto de usar espadas de duas mãos, entre elas está a “Zweihänder”[1]. Não sei se é difícil criar algo assim, ou se é por as habilidades da maioria dos ferreiros que procurei serem ruins... mas, quase sempre, depois de participar de umas cinco caçadas, ou de uma Exploração de Fissura, as espadas simplesmente quebram. — Essas palavras demonstravam claramente a realidade do nível atual das armas.

Quando uma pessoa tinha um tanto de habilidade, ele ou ela iria escolher uma profissão—principalmente Cavaleiro ou Mago—legal para ganhar muita grana, ao invés de se aventurarem bravamente pelo caminho tortuoso da ferraria.

Mesmo assim, os Cavaleiros sempre trataram os Ferreiros com desdém, mas só até cerca de cinco anos atrás, fazendo que várias pessoas abandonassem a área de atuação. No entanto, começaram a mostrar humildade depois de um tempo, já que a urgência da situação estava fugindo do controle.

— Uma vez a espada até quebrou no meio de uma Exploração de Fissura, isso me causou muitos problemas.

— Oh, sério? Bem, na verdade, se for uma Zweihänder pode sair bem caro.

Uma Zweihänder era uma espada grande que seria empunhada com as duas mãos, até mesmo sua aparência era viciosa. Se esse cara fosse escolhido para ser o dono de uma arma, com certeza seria um desafio para Sae Jin, que tinha apenas uma quantia limitada de Mana para fazer o serviço.

— Ah, não, está bem! Eu já sabia que isso era caro desde quando decidi meu tipo de arma. Não quero me gabar, sabe, mas nossa Ordem de Cavaleiros tem um sistema de empréstimos que é bem organizado e bastante razoável, então... Hahaha! — Até as risadas desse jovem, que parecia ser apenas um caipirão sincero demais, eram sinceras e puras.

Sae Jin acabou rindo um pouco também, e disse ao Cavaleiro que tinha entendido e que ele poderia ir embora, podendo esperar por boas futuras notícias.

— Ah, e não desanime... mesmo se você não passar na avaliação. Como já deve saber, os candidatos são muitos, todos querem armas, então é simplesmente impossível satisfazer todos...

— Entendo! Bom, estou procurando por uma arma que poderei usar para sempre, então é claro que, caso não seja aprovado, voltarei aqui, mesmo se tiver que fazer isso várias vezes.

Como um Cavaleiro de Nível Intermediário, ele já devia ter conseguido muito, além de ter chutado várias bundas, mas o sujeito permaneceu demonstrando humildade do começo ao fim.

E quando o Cavaleiro se foi, sem tempo para enrolação, a funcionária entrou no escritório e anunciou o próximo candidato.

Sae Jin fez uma avaliação rápida do tempo que ainda poderia passar como humano.

Mais umas duas horas. Imaginando que poderia fazer mais umas vinte entrevistas, ele disse para que deixasse a próxima pessoa entrar.

Apesar de estar ocupado, ainda se sentia muito bem no momento.

 

*   *   *

 

Atualmente, um novo rumor começou a se espalhar pelas Ordens de Cavaleiros. Era sobre o Ferreiro Orc ter entrado na Associação “O Monstro”.

Embora o nome do Ferreiro Orc ainda não tivesse sido adicionado à lista de membros da Associação, o boato começou a surgir pela boca dos Cavaleiros, incrivelmente chocados, que visitaram a Forja do Orc e viram aquela placa—e começaram a contar para todos os outros sobre isso.

— Mas isso é um alívio, não é? Já que nossa Senhorita Kim Yu Rin possui conexões com o presidente dessa Associação.

— ... Uh?

Atualmente, eles estavam na sala de conferências da Equipe 1 da Ordem de Cavaleiros Corvo, da qual Kim Yu Rin era um importante membro—era o período de descanso após uma reunião intensa que durou uma hora inteira.

Cavaleiros estavam resmungando sobre algumas coisas para aliviar o estresse, até que, do nada, toda a atenção foi direcionada a Kim Yu Rin.

— Você está certo. Nós temos isso, não temos? Que alívio—os chefes das outras Ordens supostamente estão agonizando sobre como criar uma linha de contato, ou pelo menos é o que ouvi falarem. Ah, certo, Senhorita Yu Rin? Minha arma está um pouco... — Uma Cavaleira fez uma expressão patética proposital, desembainhando sua espada longa que tinha a lâmina trincada aqui e ali.

— ...

Ela embainhou sua arma novamente depois de ser encarada por Kim Yu Rin, que fez uma cara de descrença, mas suas expectativas ainda existiam.

— ... Estou indo jantar com ele mais tarde, então vou conversar sobre isso, okay?

— Wah, sério?

— Oi!

— ...

Enquanto outros Cavaleiros estavam conversando cheios de ânimo, Kim Soo Gyeom era a única exceção. Sua expressão estava amarga, parecendo que havia algo com que não estava satisfeito.

— ... Fhup. Senhorita Yu Rin, acho que esse cara está com ciúmes por você ter um jantar com outro homem. Como esse novato de merda se atreve, ele é só um pirralho que nem saiu das fraldas e ousa olhar para uma Cavaleira de Nível Altíssimo...?

— Não, não, isso não é verdade!! — A Cavaleira falou de modo provocativo após decifrar os humores de todos; Kim Soo Gyeom negou tudo e acenou com as ambas as mãos para tudo, o tempo todo seu rosto ficou queimando em rubor.

— ... Já chega de provocação. Se isso continuar, o rosto de Soo Gyeom vai explodir. Além disso, não confiem em mim, se virem. Não é como se uma arma pudesse ser feita da noite para o dia ou coisa do tipo...

— Eiii... Como posso visitar um Ferreiro novato sendo que sou de Nível Intermediário Superior? Claro, se ele puder fazer um produto de Qualidade Alta que irá suportar toda a minha Mana, então, com certeza, irei lá e vou implorar de joelhos—mas, isso não é relacionado apenas a mim, o orgulho de toda a Ordem de Cavaleiros Corvo está em jogo nisso. — A Cavaleira parou de falar e franziu as sobrancelhas. Parecia que ela tinha ficado irritada ao pensar no assunto. — Isso não pode ser feito, a menos que seja com a Senhorita Yu Rin se encontrando socialmente com o chefe do Ferreiro, ou seja lá o que for—digo, se, de alguma forma, alguma história vazar pelo SNS, então aqueles arrombados da Alvorada e Goryeo podem começar a falar mal da gente. Coisas tipo, “A Cavaleira de Nível Intermediário Superior Yi Hye Rin correu para se encontrar com um Ferreiro novato, foi até descalço e ficou gritando que sua arma é um lixo.”, não quero coisas assim.

— Você... Fu-woo. — Esse é o tipo de atitude que fez com que inúmeros Ferreiros desistissem da profissão... — Kim Yu Rin se segurou para não cuspir essas palavras.

Isso era porque o que a Cavaleira disse não era uma mentira também. Na verdade, os membros da Alvorada estavam se aproveitando de qualquer coisinha que aparecesse para inventar alguma briga infantil.

Um Cavaleiro da Ordem Alvorada, famoso na indústria do entretenimento, causou um enorme problema ao provocar os Corvo com uma selfie que foi tirada dentro do prédio da Ordem Alvorada, subindo a imagem com a hashtag #MelhorOrdemDaCoreia.

E, embora não houvesse nenhuma prova física, era quase certo que alguns membros estavam entrando no SNS e outros sites toda hora para fazerem mais coisas do gênero.

Nesse ambiente, as chances de um boato tóxico se espalhar eram bem altas, se um Cavaleiro de Nível Intermediário Superior fosse visto visitando o arsenal de um Ferreiro que tinha acabado de aparecer, com certeza isso iria virar fofoca.

Mesmo não havendo quase nenhuma diferença, o poder e a posição de um Nível Intermediário Superior eram muito maiores que as de um Nível Intermediário. Se os Níveis Intermediários fossem vistos como uma força de combate regular, então era possível dizer que os de Nível Intermediário Superior eram a verdadeira força principal.

Claro, já tinha acontecido desses Cavaleiros procurarem Ferreiros no passado. Mas isso foi quando os Ferreiros em questão eram artesãos ou mestres, e os Cavaleiros só iam para recolher as armas prontas.

Não importava a fama do Ferreiro Orc, ele não era um artesão, e sim um novato. E a verdadeira razão pela qual toda essa atenção estava sendo direcionada a esse cara era por sua promessa não provada de que fabricaria pelo menos duas armas por mês.

Assim, as preocupações de Yi Hye Rin não eram irracionais. De certo modo, essa era uma batalha de orgulho—colocando o orgulho pessoal acima de qualquer coisa, esperando até que alguém de Nível Intermediário Superior da Alvorada fosse visitar o Ferreiro primeiro.

Claro, isso tudo era inútil, mas os Cavaleiros tinham esse tipo de merda na cabeça.

— Seja lá qual for o caso, não esperem muito. Eu também não posso pedir muita coisa, vocês já deviam saber.

— Claro~

— Bem, então vamos retomar a reunião.

— Ah-aht!! Mas não faz apenas dez minutos que paramos?!

— Pare de fazer barulho.

 

*   *   *

 

A habilidade passiva, “Governante da Água”, se provou realmente útil.

— Ooooooh, realmente ficou quente.

A única falha dela era que só servia para algumas coisinhas.

Sae Jin tocou na superfície da água da banheira e mudou a temperatura dela, ficando na temperatura ideal para um banho.

Esse era um dos usos para a habilidade passiva de nível F-, Governante da Água, “dependendo do nível, o hospedeiro pode manipular a água à vontade.”. Claro, a temperatura da água mudou em um instante.

Por enquanto, tudo o que ele poderia fazer era ferver uma chaleira para preparar um café, cozinhar um ramen ou, como agora, preparar um banho agradável, mas... também existia uma sensação de que, quando o nível da habilidade melhorasse, apareceriam várias maneiras de se usar ela.

— Owww yeah~

Ele se abaixou na banheira lentamente, sua expressão bem satisfeita. Então, pensou na Forma de Monstro Marinho Fracote. — ... Devo testar agora?

Era bacana ter mais uma Forma de Monstro, mas como não parecia ser algo realmente legal, estava adiando uma checagem. Mas hoje seu humor estava especialmente bom.

— ... Hm.

Finalmente tomando uma decisão, Sae Jin mudou para a Forma de Monstro Marinho Fracote.

Nenhum fogo de artifício ou luz especial apareceu. Isso foi tudo, sua altura de repente diminuiu e escamas cresceram em sua pele, como se fosse um monte de pelos.

— ...

Tendo de transformado no chamado Monstro Marinho Fracote, Sae Jin olhou para o espelho que ficava no teto.

... Mas que porra?! Isso é mesmo um Monstro?!

Para chamar isso de Monstro... Era bonito demais para tal coisa.

Dentro daqueles olhos excessivamente grandes e redondos havia bastante umidade, e por todo seu corpo apareceram escamas brancas e macias. Graças a isso, seu corpo ficou branco como o de um boneco de neve, parecendo inutilmente fofo e delicado.

Em outras palavras... Parecia com um filhote de Foca Harpa[2], mas tinha um chifre na cabeça. Um animal adorável que poderia despertar os instintos protetores de qualquer pessoa, tudo apenas com sua aparência. Não importa o que, isso não era um Monstro.

...

Subconscientemente, Sae Jin esfregou sua própria bochecha. Suas bochechas, gordas e redondas, além de tudo o mais, pareciam bem fofas.

— Kking?! — O som que escapou de sua boca parecia com o guincho de um filhote de cachorro.

Que diabos é isso?!

Claro, ele ficou completamente em pânico naquele momento.

 

Notas do Capítulo:

Avaliação e Análises: Se você realmente está gostando de A Monster Who Levels Up, por favor, considere dar 5 estrelas na Central Novels: Central Novel

 

*1: A Zweihänder, é uma espada de duas mãos usada majoritariamente durante o período do Renascimento. (Igual a maioria que vemos em RPG).

*2: Foca Harpa

 

keyboard_arrow_left Anterior Próximo keyboard_arrow_right
Você pode usar o atalho Ctrl+ ou Ctrl+ para navegar entre os capítulos

Olá, deixe seu comentário sobre o capítulo Um pequeno passo. (1)

Já temos 1 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Gugulim 738

Gugulim 738

Mais
★★★★★DIA 19.09.18 15h44RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/