Capítulo #41: Um desenvolvimento não progressivo. (2)

— ...!!!! — Com uma expressão de profunda surpresa, Kim Yu Rin se levantou da cadeira em que estava.

Era um Leviatã. Um Monstro marinho grande o bastante para fazer o Rio Han não parecer nada; seu corpo parecia com o de uma cobra e tinha duas cabeças parecidas com a de um dragão, às vezes chegava até a ser chamado de “Imoogi dos Oceanos”—e, mais importante, era um Monstro que não devia estar neste rio.

Como já estava implícito, era um Monstro oceânico—não apenas isso, como também um que só habitava as profundezas do mar. Só podiam haver duas razões pelas quais esse Monstro apareceria em tal local.

Foi invocado ou há uma Fissura por perto.

No entanto, se fosse a última opção, muitos outros Monstros estariam por perto, então parecia que seria a primeira hipótese. Mas, por azar—não havia tempo para debater sobre coisas como as possibilidades existentes...!!

— Desculpa, mas preciso ir em frente. Irei compensá-los por isso depois!! — Kim Yu Rin envolveu seu corpo em Mana e correu como se fosse um raio de luz, avançando em direção da janela.

*Traaaaa*

Deixando os pedaços de vidro quebrado para trás, ela rolou seu corpo no ar e correu em direção ao Rio Han.

 

*   *   *

 

A besta mágica dos mares profundos, um Leviatã.

Como todos os inúmeros contos folclóricos contavam, um Leviatã era um Monstro que possuía uma força incalculável. Tanto que, ao invés de chamá-lo de Monstro, seria muito melhor chamar isso de desastre natural.

No entanto, isso só se aplicava a quando a criatura estava no mar. Neste momento, estava preso em um rio com um espaço limitado para se mover.

Kim Yu Rin, com a espada já desembainhada, dirigiu-se para a direção em que a besta estava, sua cabeça já estava ficando para fora da água. No entanto, seu objetivo não era matar a criatura. Não, a ideia era cancelar a invocação. Ela tinha que destruir o círculo de invocação que estava gravado em algum lugar, ou então o talismã de invocação.

Mas, porém, antes de qualquer coisa—a prioridade era minimizar a confusão e os danos à cidade. É por isso que definiu o propósito de seu primeiro ataque: “Leviatã, desmaie por cinco minutos.”.

Isso só era possível graças a um poder especial da Peculiaridade única que possuía, também conhecido como O Desiderato. Dentro do limite de capacidade de sua mana, Kim Yu Rin poderia imbuir seus golpes de espada com condições especiais. E essa condição, mesmo que fosse apenas por um instante, se tornaria a realidade absoluta, não importava o quê.

Minha Mana... — Ela rangeu os dentes enquanto sentia sua energia abandonando o corpo. Seu objetivo não era o de matar essa criatura maldita, nem deixá-la inconsciente por uma hora—era apenas por míseros cinco minutos. Ainda assim, o gasto de Mana se provou incrivelmente alto.

— ...!!!

Com a cabeça já saindo da superfície da água, o Leviatã soltou um gemido extremamente alto enquanto soava como a buzina de um navio. Por sorte, esse ruído insuportável foi de baixa frequência e não durou muito.

Khwaaaaang!!

Uma explosão fez tudo balançar.

Seu corpo inteiro ficou coberto por uma Mana azul, fazendo que o golpe de espada de Kim Yu Rin cortasse o céu e atingisse justo o meio da testa da criatura.

O Leviatã, que já estava bastante irritado por ser subitamente invocado, desmoronou na superfície da água, deixando apenas a parte branca de seus olhos visíveis.

Splaaaaaash!!

E quando aquele corpo gigantesco caiu com violência, a água borrifada pareceu com uma chuva de granizo, se espalhando para todas as partes.

— ... Euk. — Kim Yu Rin pousou gentilmente em uma das calçadas que ficavam por perto do rio, mas cambaleou um pouco antes de se firmar sobre um joelho. Ela estava experimentando um ataque de tontura, já que sua Mana acabou quase esgotada.

Ainda tinha cerca de metade de sua força total, mas foi a primeira vez que tanta Mana tinha sido gasta com apenas um ataque, mesmo se contando seus dias de novata; era como quando Kim Yu Rin não tinha o controle adequado de sua Peculiaridade.

Mas não havia tempo para descansar. Ela empunhou um artefato feito de cristal na mesma hora, a voz de um Cavaleiro da Ordem Corvo soou vindo disso.

— Há um Levia... O que você disse?! — No entanto, isso não era por já terem descoberto a situação do Leviatã no Rio Han.

— Senhorita!! O caos está brotando nas áreas da Montanha Nam em Seoul, da Área de Caça da Província de Gangwon, assim como na cidade de Busan !! A situação de Busan é a pior, já que há uma Erupção acontecendo lá exatamente enquanto conversamos!!

Tantos incidentes, todos acontecendo ao mesmo tempo...

— Senhorita Yu Rin!! — Era uma situação completamente nova em sua carreira de Cavaleira. E enquanto estava lá, mantendo o máximo de compostura que podia enquanto tentava encontrar uma contramedida, alguém chamou por ela.

Era Yu Sae Jung e Kim Sae Jin.

— Não venham aqui! É perigoso!! — Yu Rin gritou, mas eles não se importaram e se aproximaram mesmo assim.

— Você está bem? E que diabos é isso? — Kim Sae Jin perguntou enquanto ajudava Kim Yu Rin a se levantar com a ajuda de Yu Sae Jung. Yu Rin respondeu com uma expressão estranha.

— ... É um Leviatã."

— ... Hã? — Diante dessa fala que continha uma enorme mistura de emoções, Yu Sae Jung acabou ficando sem palavras por um momento.

Um Leviatã. Aquele Monstro mítico que não devia estar por perto...

— Mas, por sorte, é apenas uma invocação. Só preciso encontrar o que usaram para invocar ele, e tenho certeza de que isso está por perto. Mas o caos está brotando em um monte de lugares, não é só aqui, e, por isso, o auxílio disponível é... Vocês podem me ajudar?

Um Monstro que foi invocado seria enviado de volta para seu local de origem se os poderes da criatura fossem esgotados, ou então se o meio de invocação fosse destruído, ou apenas esperando até que o tempo da invocação acabasse. Então, se o meio usado fosse destruído, então este desastre acabaria facilmente controlado.

E não era muito difícil descobrir onde o meio estava escondido; claro, estaria no fundo do rio. A verdadeira questão era o tempo. Tendo apenas cinco minutos, ou dez, caso Kim Yu Rin atacasse mais uma vez, não seria o bastante para vasculhar todo o leito do rio. Mas esperar até a expiração do tempo de invocação resultaria em um enorme dano à cidade.

— Vamos ajudar!! — Yu Sae Jung e Kim Sae Jin responderam juntos.

Yu Rin deu algumas instruções simples e depois mergulhou no rio. Yu Sae Jung a seguiu logo depois.

No entanto, Sae Jin deu um passo para trás. Ele não tinha ideia do que essa coisa de meio poderia ser, mas imaginou que devia haver alguma forma de aura exalando disso. Enquanto observava a vista do rio de longe, seus olhos mudaram para uma cor dourada.

O mundo se iluminou e tudo ficou mais claro. Uma aura verde era exalada pelo Leviatã, indicando que ele estava desmaiado. Mas, vendo que a cor estava ficando cada vez menos vibrante, parecia não haver muito tempo sobrando.

Ele procurou com pressa pela superfície do rio, caçando qualquer sinal de aura, mesmo se fosse quase imperceptível. Mas não conseguiu ver nada.

Isso só deixava a possibilidade de a coisa estar submersa.

Ele olhou cada vez mais para baixo, até que encontrou algo. No lado oposto de onde estava, uma aura azulada, espessa e oscilante—a uma distância razoável.

É-é isso! — Ele correu em direção ao local sem enrolar e, depois, pulou no rio.

Como esperado, o Ímpeto de Redemoinho era uma habilidade super útil, capaz de ser usada mesmo na água. Ele começou a criar ondas poderosas enquanto nadava para frente. Apenas três minutos foram necessários para chegar à fonte da aura. Assim que chegou, Sae Jin mergulho na água.

A visão de Lobo era incomparavelmente clara mesmo enquanto estava sob a água. Sae Jin podia ver sem nenhum problema, o misterioso círculo mágico tinha sido desenhado no fundo do rio, com algo estranho enraizado bem em seu centro.

Ele nadou para baixo sem parar, e quando chegou ao fundo, primeiro ativou as Garras de Lobo. Partindo da hipótese de que o círculo mágico tivesse sido feito com Mana, Sae Jin pensou que, para destruí-lo, teria que fatiá-lo muito bem. Mas antes que pudesse balançar suas garras...

A água do rio começou a se agitar e vibrar violentamente.

Woooooooung...

O Leviatã estava acordando. Aquele grito horrendo, que parecia com a buzina de um navio, soou novamente. No entanto, esse lamento foi interrompido por um 'puck', um som de um impacto forte e, pouco depois, outro conjunto de ondas irregulares atravessou a superfície do rio.

... Que porra foi essa? — Sae Jin ficou ligeiramente surpreso com esse desenvolvimento súbito e estranho, mas voltou seu foco para o círculo mágico. Por estar sob a água, seu movimento estava bastante lento.

*Shrashshshsh*

Sae Jin agitou as unhas sem parar, mas não adiantou de nada.

Meu nível de habilidade é muito baixo para tentar fazer isso em Forma Humana. — Com relutância, ele transformou seus dois braços nos de um Lobo. Quase no mesmo instante, eles ficaram maiores e pelos negros começaram a aparecer.

Os ataques brutais do Lobo foram cruéis o suficiente para fatiar até a água.

— ...!! — Ele balançou as garras com o máximo de força possível.

E, assim, finalmente funcionou. Nesse instante, a água em contato com suas garras evaporou.

Wow. — Mas, de novo, não houve tempo o bastante para admirar o poder de suas garras. Ele as girou em direção do círculo mágico, parecendo até um louco.

Toda vez que sacudia as garras a aura ficava mais fraca, até que, por fim, desapareceu sem deixar qualquer vestígio. Quando Sae Jin deu uma olhada mais adiante, viu que o círculo mágico acabou desintegrado. E, ao mesmo tempo, o Monstro gigantesco, que ameaçava causar uma quantia incalculável de danos, desapareceu. Sae Jin voltou para sua aparência humana e tentou sair da água.

Contudo... aquela coisinha no centro do círculo mágico chamou sua atenção. Uma espécie de curiosidade tomou conta dele. Então, estendeu a mão, agarrou isso e nadou de volta para a superfície.

— Phwoar!

Quando saiu da água depois de completar sua missão, a cena caótica nas margens do rio agrediu tanto seus olhos quanto ouvidos.

Os sons de sirenes perfuravam tudo; soldados com equipamentos de camuflagem verde e tanques de guerra estavam posicionados acima das pontes; havia até mesmo Cavaleiros vestidos com armaduras de Mana, todos se preparando para entrar na batalha a qualquer instante.

Mesmo com trajes e papéis diferentes, as reações de todos eram evidentemente semelhantes entre si. Todos estavam no meio de uma busca perturbada pelos arredores. Isso era por ser uma emergência, o Leviatã tinha acabado de desaparecer no ar.

— Fuu... — Sae Jin observou um pouco antes de se dirigir ao leito do rio.

Mas algo chamou sua atenção mais uma vez. Porém, agora, não era algo aleatório.

— Senhorita Yu Rin!!

Era Kim Yu Rin, que estava nadando exaustivamente por perto do local onde o Leviatã esteve.

Ele nadou até perto dela. Sua velocidade foi muito rápida, então não demorou muito até que ficassem juntos.

— Você está bem?

— ... — Mesmo com ela assentindo e não falando nada, seu rosto pálido gritava outra coisa.

— Segure firme.

Diante dessa exigência, ela agarrou as roupas dele com força e perguntou:

— ... Senhor, Sae Jin, foi você, quem fez isso?

— Eh?

— A... invocação... cancelou...

— Ah, isso... Sim. Tive um pouco de sorte e encontrei o círculo mágico.

Kim Yu Rin não conseguiu dizer mais nada; simplesmente encostou a cabeça no peito dele e fechou os olhos. Parecia ser o preço que pagou para nocautear o Leviatã gigantesco duas vezes; isso não era uma piada.

Na verdade, caso alguém pensasse nisso, pareceria bastante óbvio. O Leviatã era o rei dos oceanos, a criatura lendária que até mesmo algo tipo um Kraken evitaria de enfrentar dentro dos confins marítimos. Ela nocauteou uma besta lendária não apenas uma vez, mas duas—então, seria ainda mais estranho se estivesse perfeitamente bem depois de tanto.

— Rápido!! — Recuando ao chão sólido, Sae Jin entregou Yu Rin para a equipe de resgate. O pessoal da emergência a cercou com pressa e a levou para uma ambulância que já estava preparada.

— Senhorita Cavaleira! Você está bem?

— O pulso dela está normal!

E, assim, toda a atenção foi concentrada apenas em Kim Yu Rin, Sae Jin foi instantaneamente esquecido. Ele inspecionou o local por um tempo, tomando todo o cuidado possível, antes de resolver dar uma olhada melhor na coisa que estava firmemente segura em suas mãos.

Uma única, simples e brilhante escama. Tão brilhante e macia, mas mais forte que qualquer metal conhecido pelo homem, nenhuma lâmina poderia sonhar em deixar um arranhão nisso.

Sem dúvidas, era uma escama do Leviatã. E a principal razão pela qual a besta mágica dos oceanos poderia ser invocada com nada mais que uma magia de invocação.

— ... — Ele engoliu isso no mesmo instante. Claro, não fazia ideia do motivo para fazer tal coisa. Era apenas que seus instintos gritavam para que isso fosse feito.

E, naquele exato momento, uma mudança estranha ocorreu dentro de seu corpo.

 

Notas do Capítulo:

Avaliação e Análises: Se você realmente está gostando de A Monster Who Levels Up, por favor, considere dar 5 estrelas na Central Novels: Central Novel

keyboard_arrow_left Anterior Próximo keyboard_arrow_right
Você pode usar o atalho Ctrl+ ou Ctrl+ para navegar entre os capítulos

Olá, deixe seu comentário sobre o capítulo Um desenvolvimento não progressivo. (2)

Já temos 3 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Matheus Knupp

Matheus Knupp

Agora ele vai virar um Tritão ???? kkkkkkk
★★★★★DIA 12.09.18 23h09RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Just a Fox

Just a Fox

Sempre na melhor parte kkkk. Obrigado pela tradução
★★★★★DIA 11.09.18 16h41RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Boa Noite

Boa Noite

AAAAAAAAAAA QUE HORA PRA ACABAR
★★★★★DIA 11.09.18 12h27RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/