Capítulo #22: A Forja dos Orcs. (2)

Essa merda vai me deixar louco. — Kim Sae Jin estava ocupado alisando a pedra que se transformou em uma porcaria lamacenta depois de ser sincronizada com sua Mana, mas, então, sua raiva aumentou várias vezes, fazendo com que ele a jogasse para longe.

A distância entre sua imaginação e a realidade era muito grande para se cruzar. A cabeça do humano Sae Jin definitivamente tinha uma ideia concreta do que queria, e obviamente ele queria fazer isso direito, mas, na verdade, com as malditas mãos desajeitadas de um Orc, era simplesmente uma Missão Impossível. Definitivamente parecia que estava de volta às aulas de artes dos dias de estudante. A imagem estava nitidamente formada em sua mente, e se desenhasse desse jeito e daquele outro, então tudo sairia bem; no entanto, suas mãos desgraçadas não permitiam que alcançasse o sucesso, não importa em quê.

Isso foi o suficiente para deixá-lo irritado ao extremo, mas a janela de mensagens que apareceu logo depois fez sua pressão sanguínea disparar, mesmo que por pouco tempo.

 

A Forja dos Orcs (2)

 

— Euaaaaaaaaaaakkk...! — No final, Sae Jin voltou para a Forma Humana e gritou a plenos pulmões enquanto apertava a cabeça. Ele queria esmagar aquela maldita janela de mensagem, que continuava mostrando que seu Nível de Proficiência tinha caído para o inferno: F-.

Já tinham sido vinte tentativas. E, durante todas elas, apenas as mesmas palavras, um presságio da desgraça, mostrando que era algo péssimo, inútil, repugnante..., apareceram várias janelas iguais.

— Ha-ah...Mesmo antes de ser capaz de chegar sequer perto do sucesso, seu corpo inteiro parecia apático e esgotado. Era um sinal de que sua Mana estava começando a acabar. Sae Jin suspirou de modo áspero enquanto se deitava no chão.

— ...! — E exatamente noventa segundos depois, de repente teve uma ideia incrível.

Ele se sentiu como Arquimedes ao pensar em uma de suas famosas invenções. Ao arregalar os olhos, começou a gritar novamente.

— Goblin!

Ele ativaria A Técnica de Metalurgia em sua Forma de Orc e iria inserir sua Mana em uma pedra, depois mudaria para a Forma de Goblin e iniciaria o processo de moldagem. (A Habilidade só poderia ser ativada enquanto em Forma de Orc, mas, após ativada, seria possível manipular a forma das criações enquanto estivesse em outras Formas, já que o efeito da Habilidade dependia apenas da quantidade de Mana usada no processo de criação.) Ao combinar A Técnica de Metalurgia dos Orcs com a incrível Habilidade de Artesanato dos Goblins—não era essa a melhor combinação possível? A Forma de Orc foi reativada de imediato, ele agarrou a maior pedra que conseguiu ver.

 

*   *   *

 

— Eu fiz isso...

Um Goblin com uma única linha tatuada na testa suspirou lentamente, extremamente satisfeito.

 

A Forja dos Orcs (2)

 

Finalmente uma mensagem prazerosa. Um enorme sorriso apareceu em seus lábios.

O que conseguiu criar dessa vez era um tipo de adaga. Uma espadinha feita de pedra, com a lâmina em forma de lua crescente. Como foi criada com uma rocha como matéria prima, não poderia ser apropriadamente usada como arma, mas, ainda assim, era o suficiente para deixá-lo satisfeito, já que foi a primeira vez que algo tinha dado certo...

Mas então, a insatisfação surgiu novamente...

— Algo não está certo. — Kim Sae Jin murmurou para si mesmo. Sua satisfação durou apenas um breve momento, ele queria fazer algo ainda melhor.

Isso não significava que seu instinto de ferreiro tinha despertado, claro que não.

Algo dentro dele passou por uma mudança inexplicável após ter absorvido a Pedra de Mana do Lobisomem, assim como quando viu a notícia sobre a reaparição de Vampiros. Isso pode ser chamado de ambição. Uma noção que nunca tinha brotado em sua vida de miséria. Mas a Pedra de Mana da besta, que agora se tornou parte de seu coração, desejava transformar suas ambições em realidade. Os desejos de um Lobo tinham sido completamente fundidos à sua psique[1], a reaparição do inimigo jurado do Lobisomem, os Vampiros, serviu como um gatilho.

— Hmm.

No entanto, ele estava sentindo-se um pouco cansado devido à falta de Mana, então não continuou tentando incessantemente, preferindo dar uma pausa, deitando na cama de pedra.

 

*   *   *

 

Uma semana depois, Sae Jin tinha deixado a caverna e estava andando no centro da cidade, indo ao encontro prometido a Hazeline; foi quando descobriu uma placa que antes não teria achado interessante.

— Arsenal Tae Baek.

Uma loja de armas com um nome comum. Mas o peso desse nome era bastante pesado. Tae Baek—era o nome de um dos dezessete mestres artesãos da Coreia do Sul. Sae Jin ficou interessado na loja, já que agora possuía uma habilidade relacionada a isso, mas, infelizmente, não havia muito tempo sobrando até o horário de encontro com a Elfa Negra.

— Um Torneio para Convidados...?

Então, ao invés de entrar na loja, deu uma olhada no pôster pregado na vitrine.

 

A Forja dos Orcs (2)

 

O primeiro pensamento que surgiu em sua cabeça depois de ficar aturdido com o pôster foi uma palavra: “dívida”. A dívida que ele tinha com Hazeline era de R$18.000.000,00. E também existia a necessidade de uma casa. Agora que poderia passar quase meio dia inteiro como um ser humano, seria bom abandonar o estilo de um homem das cavernas o quanto antes.

— Hmm...

Sae Jin olhou para os lado, para ver se alguém estava olhando, então se aproximou do cartaz furtivamente e...

Rrrrip

O cartaz foi rapidamente arrancado e guardado.

 

*   *   *

 

Hazeline, que estava esperando por Sae Jin no restaurante, não teve tempo o bastante para ficar chocada com o súbito aumento de tamanho dele.

— Você fez tudo isso em apenas dez dias...?!

— Não, não. Me levou meio ano. Só trouxe o que tinha escondido para dias chuvosos. Mais importante, quanto já foi abatido da dívida?

Um total de dez frascos de poções. E entre eles, dois frascos de “A Bondade de um Goblin”, feitas com pó da presa de um Tigre Dentes-de-Sabre. Enquanto a expressão de Sae Jin estava um pouco amarga, por ter sido forçado a usar o resto da presa que ainda tinha, o rosto de Hazeline estava repleto de alegria e felicidade.

— Depois de descontar os impostos, acho que cerca de R$10.000.000,00 ~ Então, se você somar o valor das poções vendidas anteriormente, só me deve cerca de R$1.080.000,00.

— Ainda falta muito... mas é claro...

A conversa deles foi temporariamente interrompida. O garçom apareceu com a comida.

— Parece delicioso. — Sae Jin falou enquanto olhava para um bife suculento. Hazeline balançou a cabeça e guardou as poções espalhadas sobre a mesa cuidadosamente, colocando tudo em sua bolsa.

— Uhm...

— Com licença...

Antes de pegar os talheres, ambos abriram as bocas ao mesmo tempo. Sae Jin fez gestos para ela ir em frente e falar primeiro, então isso foi feito.

— Bem, você não pode, por favor, me dizer qual perfume está usando agora?

— Huh...?

— Espera, não é o que parece. Não tenho segundas intenções. Só gostei do cheiro do seu perfume, só isso. Queria borrifar um pouco em mim, e talvez na minha casa... — Hazeline coçou a bochecha timidamente após fazer sua pergunta.

Ele fez uma expressão de preocupação e balançou a cabeça.

— Se é isso o que você quer, teria que me levar para casa. Não é exatamente um perfume, é meu cheiro.

— Eiiii...

Diante dessas palavras, Hazeline ficou com um olhar astuto e perspicaz. Ela estava realmente querendo fazer isso. Mas, no final, fingiu não estar interessada, essa não era a tática de um sujeito que pegava todas?

— Eu também gostaria de fazer algo assim, mas... você sabe, não? Nós, Elfos Negros, somos bastante sensíveis a respeito de privacidade. Então, se achar que é inconveniente me dizer qual é o perfume, só uma dica...

— Estou falando a verdade. Realmente não é um perfume, é o meu odor corporal. — Sae Jin foi irredutível.

Hazeline arqueou as sobrancelhas levemente, como se estivesse achando essa atitude desagradável, mas ainda balançou a cabeça, indicando que entendia, mesmo enquanto relutava.

— Entendo. Bem... se você insiste nisso, então vou fingir que acredito. — Ela ficou fazendo beicinho, qualquer um podia ver que estava chateada.

— Não, bem, se realmente quiser esse perfume em sua casa... então simplesmente me leve com você. — Sae Jin falou brincando, já que a achou adorável enquanto parecia emburrada.

Fu-ut. Sinceramente, obrigada pela sugestão, mas não vai rolar. — Hazeline sorriu e aceitou a piada e, assim, com uma atmosfera amigável, a conversa prosseguiu, sem parar sequer uma vez, sempre cheia de ânimo. Agora quem estava falando era Sae Jin, e quem ouvia, Hazeline, sempre ria.

Talvez ela estivesse apenas tentando mostrar seu lado bom, mas mesmo sabendo disso, a confiança de Sae Jin continuou a aumentar diante desta linda mulher. O coração que costumava bater de forma irregular sempre que tinha uma conversa cara a cara, agora permanecia calmo, não existia sequer um traço de qualquer nervosismo.

Isso era devido aos efeitos do “Coração de uma Besta”—Lobisomem—ou foi por acreditar em si mesmo, em outras palavras, confiança e orgulho, isso tinha aumentado? Quaisquer que fossem as razões, Sae Jin estava realmente satisfeito consigo mesmo.

— Oh, a propósito, os ferreiros ganham muito dinheiro? — Quando esse pensamento surgiu, ele decidiu fazer um teste. Imaginando que, se o Nível de Proficiência na Técnica de Metalurgia aumentasse o suficiente, poderia conseguir coisas comparáveis às de ferreiros reconhecidos, não, aos melhores, mesmo aos mestres artesãos. Além disso, se combinasse o Artesanato do Goblin, seria possível produzir itens que tivessem tanto uma funcionalidade quanto uma estética perfeitas. Era uma Habilidade muito boa para ser ignorada.

— Se as coisas que fizerem forem boas, então sim. Mas as coisas seriam simples assim? Você precisa de talento com Mana se quiser alcançar altos níveis na ferraria, mas se tiver talento suficiente para chegar ao nível de um mestre, não seria melhor virar um Cavaleiro? Seria um pouco chato ficar apenas batendo um martelo em uma forja sufocante e, como incentivo, você precisaria desperdiçar de dois a três anos de sua vida para conseguir apenas um único item usável.

— Oh, espere um pouco por favor. Ferreiros podem usar Mana?

— Claro. Aparentemente fazem as coisas enquanto estão com um martelo infundido com Mana. E quanto maior a quantia de Mana, melhor será o equipamento. Mas, digo, e daí? Tudo depende de sorte. — Hazeline falou com um tom de desinteresse, Sae Jin ficou com um enorme sorriso de satisfação.

Ele agora descobriu o motivo pelo qual as armas grosseiras de um Grande Orc Guerreiro eram melhores que as de um artesão, capazes de ser comparadas até mesmo com as de um mestre artesão. Os ferreiros dependiam de sorte, justamente para infundir Mana nas produções, enquanto os Orcs utilizavam suas características físicas para manejar a Mana de forma direta enquanto forjavam suas armas.

— Mas por que está me perguntando sobre isso? — Hazeline perguntou enquanto mastigava um pouco de carne.

— Ah, bem... Nada de importante. Eu vi um cartaz sobre uma competição entre ferreiros. De qualquer forma, quanto é que uma coisa feita por um mestre artesão custa?

— Os preços são extremamente altos. Recentemente um machado chamado “Força de Rok Tah” foi vendido. A arma foi elogiada por vários mestres artesãos e bem avaliada pelos críticos. Até mesmo a mídia divulgou isso, dizendo que era o surgimento de um novo motivo de orgulho para o país. Bem, se me lembro direito, a Ordem de Cavaleiros Alvorada pagou cerca de R$104.000.000,00 pelo privilégio de se tornar dona disso.

— Entendo... — Ele acalmou seu coração, que tinha disparado, e respondeu de forma inexpressiva.

E cerca de uma hora depois, Sae Jin voltou para sua caverna, com muita pressa, sem querer ser visto carregando um lote de barras de ferro.

Ele queria comprar aço bruto, mas, infelizmente, não tinha dinheiro suficiente para isso.

 

 

Notas do Capítulo:

Avaliação e Análises: Se você realmente está gostando de A Monster Who Levels Up, por favor, considere dar 5 estrelas na Central Novels: Central Novel

 

*1: Termo grego para se referir à alma ou ao espirito do individuo.

keyboard_arrow_left Anterior Próximo keyboard_arrow_right
Você pode usar o atalho Ctrl+ ou Ctrl+ para navegar entre os capítulos

Olá, deixe seu comentário sobre o capítulo A Forja dos Orcs. (2)

Já temos 2 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Ralf Rc

Ralf Rc

Que delícia de capítulo, cara. Aah...
★★★★★DIA 02.07.18 21h08RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Ghost Life

Ghost Life

Excelente
★★★★★DIA 02.07.18 11h48RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/