Capítulo #21: A Forja dos Orcs. (1)

— Depois de descobrir numerosos restos de esqueletos e corpos sem sangue na igreja abandonada perto do ponto de origem da Erupção, os investigadores suspeitam do envolvimento de Vampiros com a Erupção da Fissura. Com o primeiro caso tendo acontecido há quase cinco anos, bem como o súbito aparecimento de Vampiros que não tinham sido vistos nos últimos tempos, os cidadãos estão preocupados com...

Enquanto se decidia sobre o que jogar fora e o que levar consigo, os olhos de Sae Jin foram atraídos pelas imagens passando em uma televisão antiga. Era uma notícia sobre as suspeitas de um súbito reaparecimento de Vampiros.

— ...

Ele inconscientemente segurou a moldura de fotos em sua mão com mais força devido à notícia. Era a única foto de sua família. Foi batida no dia anterior ao em que perdeu sua mãe, era uma lembrança que agora estava presa entre os limites de nostalgia e um velho ferimento não cicatrizado; essa fotografia, já desbotada, indicava o último dia de sua infância no qual teve a companhia de sua amada mãe.

Quando pensou naquele dia, talvez ela tivesse pressentido a própria morte se aproximando. Naquele dia, antes de sofrerem com um “acidente infeliz”... Ele se lembrava do rosto excepcionalmente brilhante dela, mas de alguma forma, incomumente triste. Bateram uma foto e a emolduraram, na manhã seguinte, sua mãe foi trabalhar—para nunca mais retornar.

Oficialmente, ao menos, disseram que foi um acidente de carro. Mas mesmo enquanto jovem, Sae Jin suspeitava de que havia algo de errado. Se realmente fosse um acidente, então o corpo dela não estaria tão limpo, e tampouco estaria tão pálida. Quando colocaram-na dentro do caixão, parecia estar em um sono profundo e calmo.

Mas qualquer que tenha sido o caso, não havia nada que ele pudesse fazer naqueles tempos. Afinal, era apenas um garoto de sete anos, um que se tornou órfão.

— Desde que, há dezoito anos, o governo declarou “guerra aos Vampiros”, todos eles se esconderam, mas este incidente serve como uma prova de que ainda estão operando como um tipo de sociedade do submundo...

Sae Jin mordeu o lábio, mesmo sem perceber. Essas criaturas não passavam de morcegos nojentos, ou talvez não fossem nada além de lixo, ou algo muito pior, igual a pedaços de merda sem qualquer qualidade decente. Já que eles viviam de sangue humano como o único alimento, Vampiros simplesmente não poderiam coexistir com o resto da humanidade. Na verdade, não era como se os humanos desconsiderassem uma relação com eles; muito pelo contrário. Mas esses desgraçados traíram a humanidade considerando que não iriam negociar com aqueles de “sangue impuro”.

E agora, os malditos bastardos estavam voltando a agir...

Sae Jin apertou o punho e olhou para seu reflexo no espelho. O garoto de quinze anos atrás que só sabia chorar não existia mais.

 

*   *   *


Orcs eram Monstros realmente especiais, já que seus modos de vida individuais eram notavelmente diferentes, variando com seus rankings.

Orcs e Orcs Guerreiros encontrados nas Áreas de Caça de Grau Baixo e Baixíssimo nunca formavam bandos. Viviam solitários, encontrando-se com os outros apenas para fins de reprodução. Então, não usavam nenhuma arma e, se o fizessem, estariam apenas empunhando armas grotescas de madeira.

Mas a história mudava ao se tratar desse tipo de Monstro quando encontrados em Áreas de Grau Baixo Intermediário ou Superior. Eles eram semelhantes aos Goblins, na medida em que se reuniam em números maciços e formavam aldeias, mas a diferença primordial era que seus papéis eram claramente divididos.

Orcs Batedores, com seus pés ágeis, procuravam locais com água potável e mantimentos; Orcs Guerreiros e Orcs Jaguares caçavam de acordo com as informações coletadas pelos Batedores, ou lutavam contra outros Monstros, Cavaleiros e Caçadores; Grandes Orcs Guerreiros faziam a segurança das aldeias após acumularem uma boa experiência e sabedoria; e o Orc Capitão era o governante local.

— Hey, espere um pouco, isso é...?

— Shh! Isso mesmo. É uma aldeia de Orcs.

Infelizmente, comparado com o nível de perigo existente, as carcaças de Orc não valeriam muito. Ignorando os rankings, um Grande Orc Guerreiro, sozinho, possuía poder suficiente para lutar em pé de igualdade com um Cavaleiro que estivesse pelo menos no Nível Superior Intermediário, ou até mesmo maior.

Mas, mesmo assim, as Ordens de Cavaleiros ainda invadiam as aldeias de Orcs com um fervor imparável, uma loucura completa. Havia apenas uma razão para isso—a “Forja dos Orcs”.

— Estamos com muita sorte. Marque a posição no GPS e partamos de imediato, rápido.

— Okay. Mas cara, essa é uma aldeia com um tamanho quase mediano, então será que valerá à pena?

Dentro de uma aldeia Orc existiam várias forjas rudimentares.

Pode-se dizer que o principal trabalho dos Orcs que vivem nas aldeias era o de ferreiro, já que eles criavam suas próprias armas. Essa era a razão pelo qual o grau de realizações se diferia entre os Orcs Guerreiros, Orcs Jaguares e um Grande Guerreiro Orc.

No entanto, conforme as habilidades de ferraria dos Orcs melhoravam, seus rankings melhoravam, essas criaturas viviam sem formar bandos em Áreas de Caça de Grau Baixo e Baixíssimo, bem como nas Áreas de Caça de Grau Intermediário, onde seus níveis não eram tão impressionantes, e também não atraíam muita atenção indesejada sobre si mesmos.

— Eu ouvi que os homens da Ordem de Cavaleiros Alvorada pagam o melhor preço; da última vez pagaram mais ou menos R$1.760.000,00 pela informação.

Mas agora, a aldeia de Orcs que esses Caçadores estavam olhando estava localizada em uma Área de Caça de Grau Intermediário. As armas usadas pelos Orcs Jaguares eram muito superiores àquelas de ferreiros comuns, e as coisas feitas por um Grande Orc Guerreiro ou um Capitão poderiam ser comparadas com as feitas por Mestres Artesãos, ou até mesmo com algo ainda melhor.

E assim, as Ordens de Cavaleiros invadiriam a aldeia para conseguir essas coisas. Obviamente, isso era por a qualidade das armas ser muito importante para os Cavaleiros. Ainda mais no caso daqueles que possuem uma Força Mágica absurda. Mas não seria um raciocínio egoísta e simplista se pensassem que “armas melhores são o que tornam todos melhores”. Se a qualidade de uma arma não fosse boa, quando comparada com a Força Mágica de um Cavaleiro, então ela seria destruída por não suportar a tensão.

Atualmente, o número de Cavaleiros classificados em um Nível Superior Intermediário ou maior presentes na Coreia do Sul era de cerca de dois mil e quinhentos, mas as armas adequadas para seus níveis estavam estimadas em apenas cerca de duas mil. Ou seja, sempre que todos fossem para a batalha, cerca de quinhentos Cavaleiros poderiam ser feridos ou inutilizados. Não seria possível importar armas, já que os outros países também sofriam com situações semelhantes.

Então, a maioria das Ordens de Cavaleiros colocava uma grande recompensa para a procura de Forjas de Orcs. Especialmente a Ordem de Cavaleiros Alvorada, já que estavam em um momento de desespero. Eles poderiam estar com muito dinheiro, mas, de alguma forma, encontravam-se com uma enorme urgência por armas de qualidade.

— Terminei de marcar o local no GPS. Vamos logo...

Mas existia uma razão para as Ordens de Cavaleiros colocarem valores tão altos por informações a respeitos de Forjas de Orcs.

Os Orcs que viviam nas Áreas de Caça de Grau Intermediário atribuíam uma grande importância à segurança de suas aldeias e podiam detectar até mesmo o menor distúrbio, como se possuíssem radares de alta tecnologia.

— Khwoerererer!Um dos lados da montanha pareceu tremer diante de um rugido furioso.

— Esse fodido filho de uma...!

Os dois Caçadores correram com todas as forças, sem sequer olhar para trás, uma única vez que seja. Esse rugido, provavelmente, tinha sido de um Capitão ordenando os outros Orcs. Se todos estivessem empenhados em uma perseguição, então...

KwangKwangKwangKwang!

Como esperado, a previsão dos Caçadores de Nível Superior Intermediário estava correta. Com nuvens de poeira e ervas daninhas sendo chutadas para todos os cantos, quatro Orcs furiosos saíram da aldeia e iniciaram uma perseguição. Infelizmente, como os Caçadores não eram capazes de usar Mana, não poderiam fugir.

— Não pare!

Os Caçadores não perderam a esperança em meio de tal situação sinistra e continuaram correndo com dificuldades, mas parecia que os céus tinham os abandonado assim que encontraram uma fonte de desespero ainda maior.

— Huh...

Aquela forma na grama alta—a princípio, estava embaçada, era difícil dizer sua identidade. Mas assim que chegaram perto o suficiente, os Caçadores puderam ver exatamente do que se tratava.

Era a criatura lendária que não deveria estar no local—um Lobisomem. Os dois Caçadores perderam toda a força em suas pernas e caíram no chão depois de ver o Lobo bípede, um verdadeiro Monstro.

Pra que toda essa confusão, cara... — Ao mesmo tempo, Sae Jin suspirou enquanto olhava para os dois Caçadores agachados no chão e os quatro Orcs Jaguares perseguindo-os. Ele foi até o local com pressa após sentir o cheiro forte dos Orcs, mas, mais uma vez, os humanos apareceram em seu caminho, atrapalhando como sempre.

Como era uma Área de Caça de Grau Intermediário, parecia que os Caçadores tinham investido pesado em equipamentos, e havia mais do que alguns poucos itens mágicos capazes de eliminar os odores corporais—fazendo com que mais um encontro problemático surgisse para Sae Jin. Ele já tinha encontrado humanos de três a quatro vezes durante a última semana e, como resultado, rumores sobre um Lobisomem vagando pela Área de Caça de Grau Intermediário se espalharam pelos fóruns de Caçadores como se fosse um tipo de chama selvagem.

— P-porra... Por que infernos uma porra de um Lobisomem...

No entanto, por sorte, esses quatro Orcs Jaguares seriam o suficiente para bater com a cota de caça diária. Ignorando os Caçadores amedrontados afogando-se no desespero, Sae Jin chutou o chão com as duas pernas e saltou no ar. A besta negra saltou, quase bloqueando os céus, e partiu em direção dos Orcs Jaguares.

De seu corpo robusto, a evidência da habilidade “Guerreiro da Reviravolta” sendo ativada poderia ser vista, era algo semelhante a uma aura vermelho fervente.

Kkwe-Eck!

Primeiro, usando as garras mais duras do que aço, ele perfurou o pescoço de um dos Orcs. Depois de abrir a garganta da presa, ela morreu no local, mas ainda sobravam três alvos.

Sae Jin deu um poderoso golpe na cabeça de outro Orc, usando um de seus braços. A cabeça se separou do corpo e voou para longe, como se fosse uma bola de basquete.

Sem se assustarem, nem mesmo um pouco, diante da visão de dois companheiros sendo eliminados, os Orcs que sobraram se concentraram em efetuar ataques. Recebendo ordens claras de “eliminação de todos os invasores” do Capitão, não havia nenhum outro propósito restando na vida deles, a não ser cumprir com as ordens.

— Kwoerererere!Um Orc rugiu e bateu no braço da besta com um martelo de ferro batido.

Honestamente falando, Sae Jin não esperava que esse golpe o machucasse. Afinal de contas, o corpo no Modo Besta era muitas vezes mais duro do que aço.

— ...! Gwoarararara!

No entanto, ao contrário do esperado, isso doeu para cacete. Foi o suficiente para o fazer ficar a ponto de chorar, sério.

Em uma onda de raiva, Sae Jin agarrou o pescoço do Orc que estava atacando-o. Quando o sangue começou a desaparecer de sua face esverdeada, o Orc restante tentou salvar seu companheiro, efetuando um ataque também.

Ppuck!

O som simples e poderoso de um impacto—Sae Jin balançou o corpo do Orc em sua mão e jogou-o na cabeça do outro, matando ambos ao mesmo tempo.

Ainda tá doendo pra caralho.

Depois de terminar sua luta, Sae Jin se virou esfregando o braço que foi atingido pelo martelo. Ele meio que esperava ver os dois Caçadores sentados em posição fetal, olhando para ele, mas ambos já tinham fugido, deixando apenas uma nuvem de poeira para trás.

— Oh?

Não desistir de suas vidas, mesmo após serem pegos por um momento de terror. Como esperado, os Caçadores de Nível Superior Intermediário eram diferentes. Admirando sua inteligência e raciocínio rápido, Sae Jin caminhou em direção aos corpos dos Orcs Jaguares. E enquanto franzia a testa, ele enfiou as garras no coração de uma das presas. A sensação de estar perfurando a carne, tocando no coração, era sempre nojenta.

 

A Forja dos Orcs (1)

 

Hmm? — Ele inesperadamente aprendeu uma habilidade após a absorção ser concluída. Sua cabeça continuou erguida enquanto tentava entender o significado de tantas palavras.

 

*   *   *

 

— Não se sabe como os Orcs trabalham, fabricam e forjam metais. A temperatura das chamas encontradas nas forjas das aldeias foi medida, e alcançam, no máximo, cerca de 1200 °C, o que é surpreendentemente baixo. É simplesmente impossível explicar como as armas fabricadas por eles possuem uma qualidade tão elevada, visto que usam uma chama tão fraca; até as forjas modernas, equipadas com tecnologia de ponta, não são inferiores nisso—mesmo assim, a resposta para essa pergunta talvez ainda permaneça um mistério absoluto por gerações...

Sae Jin observou a imagem projetada em uma das paredes da caverna, completamente focado. Era um documentário intitulado como “O Mundo dos Ferreiros, Parte 2: As Maravilhas Secretas dos Orcs”. Para entender melhor o que era isso, ele até mesmo pagou R$2,00 para rever o programa, mas, ao contrário do esperado, acabou percebendo que os humanos não sabiam merda nenhuma sobre a verdadeira natureza dos Monstros.

Sincronizar a Mana dentro de meu corpo...? Vamos fazer apenas um teste.

Apesar de seus atributos de Afinidade com Mana e Força Mágica terem aumentado bastante, ele simplesmente não conseguia entender a ideia de como usar Mana. Era algo realmente difícil. A fim de manejar a Mana, ao invés de talento puro, receber aulas de qualidade desde muito cedo era crucial.

No entanto, mesmo se estivesse usando Mana, essa não seria uma técnica fácil de se usar, mas sim uma ativada pelo “Sistema”.

Ele mudou para a Forma de Orc, pegou uma grande pedra que estava por perto e ativou a habilidade. De repente, ela ficou tingida pela cor azulada da Mana.

— Hoh? — Esse foi o som expressando admiração que escapou de sua boca de Orc. Sae Jin acariciou a pedra envolta em Mana. Misteriosamente, ela mudou de acordo com os movimentos de sua mão. Tornou-se uma ponta de lança moldada na forma de um triângulo afiado, e quando esfregou isso entre as mãos, passou a ter um fio impecável.

 

A Forja dos Orcs (1)

 

— ...? — Ele ficou totalmente horrorizado com isso. O que havia de errado com sua ponta de lança?!

 

Notas do Capítulo:

Avaliação e Análises: Se você realmente está gostando de A Monster Who Levels Up, por favor, considere dar 5 estrelas na Central Novels: Central Novel 

keyboard_arrow_left Anterior Próximo keyboard_arrow_right
Você pode usar o atalho Ctrl+ ou Ctrl+ para navegar entre os capítulos

Olá, deixe seu comentário sobre o capítulo A Forja dos Orcs. (1)

Já temos 1 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Matheus Knupp

Matheus Knupp

Caraca o maluco perdeu nível ao fazer uma lança fraca kkkkkk
★★★★★DIA 25.06.18 19h18RESPONDER
Fefe
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/