Capítulo #19: A Pedra de Mana de uma Besta. (5)

A única diferença entre um Lobo Escuro e um Lobisomem, não considerando a diferença de força, era que o Lobisomem podia assumir uma aparência bestial ou de ser humano. Embora nominalmente ainda estivesse na forma de Lobo Escuro, apenas em relação à aparência, seria mais correto chamá-lo de Lobisomem agora.

 

A Pedra de Mana de uma Besta (5)

 

Sae Jin rangeu os dentes com força. Sua atual forma, um Lobo bípede, o Lobisomem, era chamativa demais. Por isso ele queria mudar para algo que se movia em quatro pernas, porém, mesmo isso era impossível.

Se eu cometer um erro, estou morto. — Agora ele era, sem nenhuma dúvida, um Monstro. O alvo número um de exterminação para os Cavaleiros e até Caçadores. Sae Jin abaixou seu corpo o máximo possível e também usou seus braços para se mover.

Por sorte, seu exemplar olfato o ajudou a achar atalhos sem Cavaleiros ou Caçadores presentes. E mais, um Lobo Escuro era especializado em ser discreto. Não importava quão chamativo era no Modo Besta, as pessoas, ocupadas fugindo do local, não conseguiam sentir seus movimentos que se misturavam com as sombras.

*suspiro de alívio, como um animal* [1]

Após andar por um tempo, Sae Jin sentiu que tinha escapado do sangrento campo de batalha entre Monstros e Cavaleiros e respirou aliviado. Mas as redondezas ainda não estavam seguras só porque não havia Cavaleiros por perto. Monstros de Nível Baixo e Intermediário estavam atacando construções, ou estavam ocupados matando cidadãos enquanto passavam pelos calçadões.

Um Monstro caiu em cima de um carro estacionado dentro de uma construção danificada, as chamas irromperam do veículo explodindo. Uma criança caiu enquanto o fogo a engolia. No entanto, Sae Jin não podia fazer nada. Para sua própria sobrevivência, tinha de ignorar tudo e correr.

Em outras palavras, tinha de ignorar o choro da criança entrando em seus ouvidos.

— Mamãeeeee!

— S-Su Jung! — Com os gritos da criança, a voz da mãe a chamou de volta. O rosto da mulher, que devia ser a mãe, estava da coloração preta.

E tinha destroços da construção caindo na criança, que estava caída na rua com as pernas feridas.

— …! — Sae Jin não hesitou por muito tempo. Suas pernas se moveram primeiro.

Ele usou o “Ímpeto de Redemoinho”. Cobrindo uma distância de mais de quinhentos metros em uma respiração, Sae Jin agarrou a criança de uma maneira protetiva. Logo em seguida, uma terrível quantidade de materiais de construção e barras de ferro caíram neles. O grito agoniado da mãe cortou pelo ar.

Não machucou. Como esperado, o corpo do Lobo Escuro no Modo Besta era resistente. Ele não conseguia ver porque estava debaixo de uma pilha de destroços, mas, de qualquer forma, não sentia nenhuma dor. E rapidamente confirmou a segurança da criança chorona em seus braços.

Então, estendeu um braço e retirou os entulhos na base da força.

Kwaaaahang!

A montanha de destroços em cima das costas da besta foi espalhada no ar.

— Su Jung… Eeeek! — A primeira pessoa que viu foi a mãe da criança. Ela estava segurando um bebê em um braço enquanto se aproximava para salvar a outra criança. Infelizmente, havia uma única besta que tampava completamente sua visão.

Um grande corpo, que excedia facilmente os dois metros de altura, uma cabeça de Lobo mostrando suas presas orgulhosamente. Apesar de estar coberto por pelagem preta, só isso não conseguia esconder seus músculos intimidadores de besta.

A mulher recuou devido ao medo, antes de cair. Contudo, com os braços dessa besta horripilante em sua filha, ela achou um tiquinho de coragem e tentou ficar de pé em suas duas pernas trêmulas…

Krrnng.

Hiyaak!No entanto, a besta se moveu primeiro. A mulher gritou de terror, porém, a besta simplesmente andou em grandes passadas e colocou a menina em sua frente.

Incapaz de entender o que tinha acabado de acontecer, ela olhou de um lado para o outro, entre a criança e a besta, até finalmente compreender a situação. Então abraçou a menininha firmemente.

 

A Pedra de Mana de uma Besta (5)

 

Sae Jin não podia apenas assistir a essa reunião relaxadamente. Cavaleiros que tinham rapidamente subjugados os Monstros estavam movendo-se da origem da erupção para limpar o perímetro.

Ele correu e rapidamente desapareceu de lá.

— Isto… Eh? — A mulher levantou sua cabeça pensando se deveria agradecer a estranha besta ou não, todavia, como em um sonho de uma noite de verão, a besta lupina tinha sumido.

 

*   *   *

 

Os militares criaram um cordão em uma parte de Seoul para mitigar a Erupção de Monstros. Sae Jin podia entender este fato sem nenhuma dificuldade, tudo devido ao leve cheiro das armas de fogo no ar, então, ao invés de tentar sair de Seoul, ele decidiu esconder-se em algum lugar até que a absorção da Pedra de Mana estivesse completa.

Enquanto estava “passeando” pela cidade de Seoul, achou uma entrada para os esgotos por sorte e se escondeu lá.

Sinto como se estivesse morrendo… — Sae Jin descansou no chão de pedra molhado e respirou pesadamente. Ele podia tolerar a atmosfera depressiva impregnada na escuridão e no misterioso ar úmido. Porém, não conseguia mais tolerar o cheiro de podridão. E talvez devido aos efeitos colaterais da absorção da Pedra de Mana, a estranha temperatura fria estava provando-se muito difícil de aguentar também.

Seus olhos fecharam de pouco em pouco. Era perigoso cair adormecido, pois alguém poderia encontrá-lo. No entanto, a sonolência, causada pelos efeitos colaterais da absorção, derrotou facilmente suas preocupações.

Desde que estão ocupados exterminando Monstros, espero que não pensem em descer aos esgotos… — Esperando por isso, Sae Jin caiu em marasmo.

 

*   *   *

 

— Uma Fissura apareceu perto de uma igreja sem nome, localizada nos subúrbios de Banpo, e abriu antes de poder ser limpada, esse evento causou um grande distúrbio em Seoul. Já que é esperado o sofrimento de uma Erupção de Monstros na República da Coreia a cada cinco anos, os cidadãos estão falando que as Ordens de Cavaleiros, as quais foram pegas despreparadas pela abertura inesperada da Fissura, devem ser culpados por isso…

 

— Não dê atenção para isso.

Agora, após subjugarem parte da Erupção de Monstros, Cavaleiros feridos e cansados estavam dando uma pausa sentando ou deitando no chão. A Cavaleira de Nível Altíssimo, Kim Yu Rin, consolava um subordinado Cavaleiro enquanto assistia as notícias

— Sempre é a mesma história após os Monstros atacarem a cidade, certo? Mesmo que possa ser difícil dessa vez, não fique desencorajado, já que nem foi nossa culpa, de qualquer modo.Não é nossa culpa..., mas das corporações de segurança privadas que negaram os reparos e manutenção no equipamento de detecção de Fissuras. — Adicionou Yu Rin em sua mente, seu rosto franzido de irritação com esses pensamentos.

Originalmente, era responsabilidade das Ordens de Cavaleiros monitorar os Monstros e possíveis aparecimentos de Fissuras. No entanto, o Governo tirou e deu essas responsabilidades para várias companhias privadas de segurança após alguém argumentar, sem nenhum fundamento, que a tarefa concedida às Ordens de Cavaleiros de gerenciar um departamento de tal alta tecnologia iria ser demais para elas aguentarem.

Na verdade, eram responsabilidades apenas em nome, porque, honestamente, era tudo um acordo muito desleal onde apenas ligavam para lucros, e o trabalho real era despejado para os Cavaleiros. Pois as Ordens de Cavaleiros eram culpadas se os Monstros causassem alvoroços, como hoje, mesmo sendo aqueles bastardos os que estavam recebendo dinheiro para monitorar as Fissuras.

— Sim...

Ela deixou para trás o ainda depressivo subordinado e partiu em direção ao centro médico temporário, criado para abrigar as pessoas machucadas.

Mas o clima no local estava estranho. Claro, não havia nenhum ferido grave, como alguém perdendo um membro ou alguma parte do corpo, mas, no momento, Cavaleiros estavam agrupados em um lugar, fazendo estranhas expressões enquanto assistiam à projeção holográfica de um telefone celular. Seus rostos estavam surpresos e enigmáticos.

— O que vocês estão fazendo...?

Muitas pessoas perderam a vida e a quantidade de dano imobiliário era difícil de quantificar. Claro, isso não significava que todo mundo deveria cumprir o estado de solenidade “religiosamente”, mas ainda assim, esta atitude não estava de acordo com a situação atual.

— Huh?! Oh! Olá! — Os Cavaleiros rapidamente desligaram a projeção e a cumprimentam após reconhecer sua face.

Os Cavaleiros reunidos aqui não eram da mesma Ordem, mas iriam unir-se debaixo da mesma bandeira, da Coreia, e agiriam juntos em caso de emergência. Então todo Cavaleiro de nível menor do que Yu Rin tinha de mostrar respeito a ela, mesmo se não fossem da mesma Ordem.

— Você não tem de inclinar sua coluna deste tanto, visto que você está ferido. Estou simplesmente te perguntando porque estou curiosa. O que vocês estavam assistindo agora? — Com as palavras de Yu Rin, o instigador que mostrou a projeção para os outros Cavaleiros, um Cavaleiro da Ordem Corvo, Yi Soo Han, respondeu de volta, hesitantemente.

— Havia notícias estranhas surgindo durante a evacuação de civis, então…

— Quais notícias?

— Ah! Bem, é apenas que… uhm.

— Isso… uhm, Senhorita Yu Rin. Estou perguntando isso apenas por acaso… mas nós realmente matamos aquele Lobisomem, não é?

Yu Rin franziu.

Mas que diabos este cara está dizendo…? — Claro. De onde aquela Pedra de Mana teria vindo, senão dele?

— Certo...? Mas, a coisa é… parece que há outro Lobisomem por aí. Um cidadão tirou uma foto. Mesmo que seja uma emergência, sempre existe alguém filmando. De alguma forma, nós o convencemos a não lançar as cenas no SNS por agora, porém… dê uma olhada. — Yi Soo Han continuou a falar enquanto o holograma era projetado pelo celular. — Aqui, as fotos do Lobisomem, e sinceramente, é inacreditável. Um Lobisomem é supostamente um Monstro raro, certo? Contudo, as coisas foram mais estranhas ainda desta vez.

A primeira imagem mostrava escombros de uma construção empilhados no chão, enquanto uma mulher estava gritando diante disso. Kim Yu Rin viu esta imagem horripilante e criticou com raiva o subordinado por ter mau gosto, mas Yi Soo Han, suando muito, pediu para que ela olhasse a cena seguinte.

— Huh...?

Foi como dito antes. A próxima imagem era tão surreal, que ela teve de pensar se foi editada ou algo assim. Com uma barulhenta explosão, a pilha saiu voando e, de lá, duas formas de vida apareceram. Era uma besta, enquanto a outra, uma pequena criança com os olhos imprensados em seus braços.

— É estranho, certo? Parece que o Lobisomem estava protegendo-a. Há uma gravação clara também. Já que esta área era um pouco distante do local da Erupção de Monstros, algumas câmeras de segurança [2] conseguiram sobreviver ao caos.

Yi Soo Han então iniciou as gravações feitas pelas câmeras, Kim Yu Rin assistiu a tudo totalmente pasma. Os materiais de construção estavam caindo em cima de uma criança. Uma figura preta se moveu muito rápido, deixando apenas um borrão na filmagem. Era, com certeza, o Lobisomem, pulando entre os escombros com a intenção de salvá-la.

— Mostrei isso para um punhado de Cavaleiros Soo-Ins, e suas reações não foram nada para se rir. Eles criaram um tumulto, dizendo que podia ser o lendário Licantropo. Obviamente, tudo não passou de latidos sem sentido. Ah! eu não estou brincando—eram realmente latidos [3]. Eles eram Soo-Ins do tipo canino. — Com essas palavras, Yu Din concordou com a cabeça. Licantropos não migraram para a Terra. De volta ao “outro” planeta, era a raça que recebia maus tratos ao ponto de ser submetida ao extermínio. E agora, permanecem apenas como criaturas de lendas ou até mesmo mitos.

— É bem estranho, com certeza... Mas agora não é hora de assistir algo assim. Antes que eu confisque seu telefone, faça o que deve ser feito e concentre-se em curar os feridos. Ah! Será um incômodo se os meios de comunicações da massa souberem desta informação, então é melhor você controlar sua boca também.

— Ah! É que… Acredito que é melhor deixar a mídia saber sobre isto.

— Que merdas você está soltando agora? — Kim Yu Rin fez cara feia e encarou o homem.

— Quero dizer, não foi nossa culpa, de qualquer modo, mas ainda temos de engolir um monte de críticas vis. Então, por que não circular essa filmagem na mídia e tirar a atenção de nós? O luto pelas vítimas pode vir depois… Khm. Estou realmente arrependido.

— É melhor aprender a filtrar o que fala com mais cuidado. — Após “cuspir” essas palavras ameaçadoras, ela afastou-se e partiu para outro lugar.

 

*   *   *

 

Dentro dos esgotos escuros e úmidos, onde não tinha um raio de luz, Kim Sae Jin abriu seus olhos após sentir cheiro de humanos.

 

A Pedra de Mana de uma Besta (5)

 

Ao mesmo tempo, sua metade de consciência desperta sentiu frio. Ele rapidamente checou a atual condição de seu corpo. Havia um monte de pelos. Ainda estava no Modo Besta, mas seus temores foram aliviados logo que uma nova janela de mensagem apareceu.

 

A Pedra de Mana de uma Besta (5)[4]

 

Logo que as mensagens apareceram, Sae Jin rapidamente ativou o Modo Humano. Mas havia um problema. A diferença entre o Kim Sae Jin humano e o Kim Sae Jin Lobo Escuro ativando o Modo Humano não era… “pequena”, afinal de contas...

Sua altura deve ter aumentado, julgando pelo patamar de visão dos seus olhos estar maior que antes, seus músculos pareciam terem sido malhados por toda a sua vida, e seu… júnior estava do tamanho de uma maça…

— Quem vem por aí? — Do nada, um homem gritou e a sensação gélida de uma Mana super afiada foi direcionada para sua localização.

— Sou humano! — Sae Jin respondeu rapidamente. Com sua voz, os Cavaleiros rapidamente se aproximaram.

— Hmm…

— Oh, meu...

Em frente a Sae Jin, dois Cavaleiros, um homem e uma mulher, estavam “estudando” sua aparência.

— Eu escapei dos Monstros e me escondi aqui... Tirei minhas roupas após pegarem fogo. — Após ouvir suas desculpas, o Cavaleiro virou-se como se estivesse infeliz com alguma coisa, enquanto a Cavaleira continuou a observar seu corpo com o rosto totalmente vermelho. Ela cobriu o rosto com as duas mãos, para implicar que estava embaraçada, mas, na verdade, seus dois olhos estavam espiando ativamente por entre os dedos.

E a observação continuou por mais tempo até o Cavaleiro finalmente dizer para parar com isso.

 

Notas do Capítulo:

Avaliação e Análises: Se você realmente está gostando de A Monster Who Levels Up, por favor, considere dar 5 estrelas na Central Novels: Central Novel

 

 

*1: O autor/tradutor usa isso ao invés de algumas onomatopéias.

*2: CCTV - a melhor forma de explicar é com a descrição da Wikipedia: Circuito fechado ou circuito interno de televisão é um sistema de televisão que distribui sinais provenientes de câmeras localizadas em locais específicos, para um ou mais pontos de visualização.

*3: Sim, foi uma piada… O tradutor do inglês já fez perder o sentido. O latido tem sentido de reivindicar demais, excessivamente, como alguém repetindo a mesma fala.

*4: A conta usada não foi explicada, mas deve ser a cada 1 ponto de Manipulação de Energia ele ganha 15 minutos.

keyboard_arrow_left Anterior Próximo keyboard_arrow_right
Você pode usar o atalho Ctrl+ ou Ctrl+ para navegar entre os capítulos

Olá, deixe seu comentário sobre o capítulo A Pedra de Mana de uma Besta. (5)

Já temos 2 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Matheus Knupp

Matheus Knupp

Ó essa cavaleira mano kkkkkkkk
★★★★★DIA 19.06.18 18h36RESPONDER
Fefe
Enviando Comentário Fechar :/
Lucas Lopes

Lucas Lopes

Meeee que cavaleira tarada kkkkkkkkk
★★★★★DIA 19.06.18 05h45RESPONDER
Fefe
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/